sicnot

Perfil

Desporto

Ian Thorpe assume problemas de depressão em campanha de sensibilização

O nadador australiano Ian Thorpe, de 33 anos, admitiu hoje ter lutar contra uma depressão desde a juventude, que em 2014 o levou a ser internado num hospital de Sydney.

© Tim Chong / Reuters (Arquivo)

Thorpe admitiu este problema de saúde numa coluna de opinião no jornal Huffington Post Australia, no âmbito de uma campanha de sensibilização para os problemas de saúde mental entre os jovens, apadrinhada por Kate Middleton, mulher do príncipe William, de Inglaterra.

"Sou um dos que luta contra problemas mentais desde a adolescência (...) quem me vê não consegue perceber o meu sofrimento, nem compreender os meus problemas interiores", afirmou Thorpe.

'O Torpedo', como ficou conhecido no mundo da natação, conquistou um total de cinco medalhas olímpicas de ouro, nos Jogos Sydney2000 e Atenas2004, e 11 títulos mundiais.

Thorpe abandonou a alta competição em 2006, regressando em 2012, mas acabou por não conseguir marcar presença nos Jogos Londres2012.

Em 2014, Ian Thorpe foi internado com problemas depressivos, depois de ter sido encontrado a vaguear nas ruas de Sydney.

Na coluna de opinião, Thorpe reconhece ter vivido como ermita durante algum tempo e aconselha os jovens a não o fazerem: "Se nos deixarmos ficar, vamos cair na armadilha e passaremos a ser pessoas deprimidas que contribuem para um estado de espirito depressivo".

Thorpe, que em 2014 assumiu a sua homossexualidade e se mostrou empenhado em lutar contra a homofobia no desporto, garante ter decidido que a doença não vai influenciar a sua vida.

"Sei que sofro de depressão, mas ela não vai definir a minha vida", referiu.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC