sicnot

Perfil

Desporto

Nike rescinde contrato promocional com Pacquiao devido a comentários homofóbicos

A marca desportiva norte-americana Nike anunciou esta quinta-feira que colocou termo ao contrato promocional com o pugilista filipino Manny Pacquiao pelos comentários acerca dos homossexuais, que o desportista afirmou serem «pior que os animais».

© Janis Alano / Reuters

A Nike qualificou o comentário de «abominável» e garantiu que se opõe «ferozmente à discriminação de qualquer tipo» e que a empresa tem «um longo historial de apoio e defesa da comunidade LGBT» (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgénero).

«Deixámos de ter uma relação com Manny Pacquiao», informou a Nike, que colocou um ponto final a mais de oito anos em de promoção da marca pelo filipino.

Na passada segunda-feira, Pacquiao pronunciou-se contra os homossexuais numa entrevista concedida a um órgão de comunicação local, em que afirmou que os gays são «pior do que os animais».

«Veem animais a ter relações homossexuais? Os animais são melhores, sabem distinguir o masculino do feminino», disse, quando questionado sobre o que pensava do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

«Se aprovamos (o sexo de) homens com homens e mulheres com mulheres, isso significa que o homem é pior que um animal», afirmou.

As declarações desencadearam uma onda de indignação nas redes sociais, com inúmeras personalidades a criticarem a postura do pugilista.

Manny Pacquiao pediu desculpa mais tarde na sua conta no Facebook: «Peço perdão por ter causado danos às pessoas comparando os homossexuais a animais», escreveu.

«Ainda sou contra o matrimónio entre pessoas do mesmo sexo pelo que diz a Bíblia, mas não estou a condenar os LGBT», acrescentou.

O filipino, que conquistou a admiração dos seus compatriotas ao tornar-se um dos melhores pugilistas da história, é candidato ao senado das Filipinas nas eleições previstas para maio, devendo abandonar a carreira desportiva antes dessa data.

Pacquiao, campeão mundial em oito categorias de peso diferentes, tem uma marca de 57 vitórias (38 por KO), seis derrotas e dois empates.

Lusa

  • " A melhoria das contas públicas não foi feita à custa dos portugueses"
    1:30

    País

    Numa espécie de balaço deste ano e meio de governação, o primeiro-ministro voltou a assinalar voltou a assinalar a redução do défice e as melhorias nas contas públicas. Num jantar com militantes em Coimbra, António Costa garantiu ainda que a "verdadeira reforça do Estado avança até ao final desta legislatura, que é a Descentralização.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • Norte também quer naturismo e praias de nudistas

    País

    O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal defendeu hoje a criação de praias naturistas legalizadas na região, fazendo a apologia da formação de associações e negando que este seja um destino conservador.