sicnot

Perfil

Desporto

Manny Pacquiao diz que se baseou na bíblia para falar dos homossexuais

O pugilista filipino Manny Pacquiao, que recentemente classificou os homossexuais de serem "pior do que os animais", declarações que geraram uma onda de indignação nas redes sociais, afirmou hoje que baseou as suas palavras na bíblia.

"Lutarei com alguém em algum lugar. O combate ocorrerá, provavelmente, antes das eleições. Penso que o acordo está concluído em novembro ou dezembro", disse Pacquiao. (Arquivo)

"Lutarei com alguém em algum lugar. O combate ocorrerá, provavelmente, antes das eleições. Penso que o acordo está concluído em novembro ou dezembro", disse Pacquiao. (Arquivo)

© Steve Marcus / Reuters

"O que eu digo é verdade. Estou apenas a dizer a verdade. É o que a bíblia diz", disse Pacquiao aos jornalistas locais, em General Santos, a cidade natal do pugilista.

O atleta de 37 anos aderiu ao evangelismo em 2010 e garantiu ter sido escolhido por Deus para espalhar a mensagem de Cristo.

No início da semana, Pacquiao pronunciou-se contra os homossexuais numa entrevista concedida a um órgão de comunicação local, em que afirmou que os gays são "pior do que os animais".

"Veem animais a ter relações homossexuais? Os animais são melhores, sabem distinguir o masculino do feminino", disse, quando questionado sobre o que pensava do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

"Se aprovamos [o sexo de] homens com homens e mulheres com mulheres, isso significa que o homem é pior do que um animal", afirmou.

As declarações desencadearam uma onda de indignação nas redes sociais, com inúmeras personalidades a criticarem a postura do pugilista, e levou mesmo a marca desportiva norte-americana Nike a por fim ao contrato promocional que tinha com o pugilista.

Pacquiao é candidato ao senado das Filipinas nas eleições previstas para maio, devendo 'pendurar as luvas' antes dessa data.

O filipino foi campeão mundial em oito categorias de peso diferentes e tem uma marca de 57 vitórias (38 por KO), seis derrotas e dois empates.

Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.