sicnot

Perfil

Desporto

Quatro expulsões e um cartão vermelho ao árbitro no jogo do Galatasaray-Trabzonspor

O futebol turco está sob nova polémica após quatro expulsões na partida entre o Galatasaray e o Trabzonspor, a última das quais provocada por um jogador que tirou e mostrou o cartão vermelho ao árbitro do encontro.

STR

Denis Ates Bitnel, árbitro da liga principal, está a ser alvo de intensas críticas por uso excessivo do critério de expulsão, o que determinou o desfecho do encontro entre as duas equipas, que o Galatasaray venceu por 2-1, embora o jogo tenha terminado por número insuficiente de jogadores na equipa adversária.

Já na segunda parte do encontro, Bitnel expulsou três jogadores do Trabzonspor, sendo que a terceira provocou uma reação do médio Salih Durum, que tirou o cartão vermelho ao árbitro, após este expulsar o congolês Cavanda, e mostrou-lho simbolizando a sua revolta.

Ato que lhe valeu a expulsão, a quarta, e, por consequência (com a equipa reduzia a sete jogadores), o final do encontro, três minutos antes do final regulamentar.

A fotografia de Durum a «expulsar» o árbitro tornou-se viral nas redes sociais e o diário turco Hurriyet classificou Bitnel como «o pior árbitro certificado pela FIFA esta temporada».

Segundo a imprensa turca, o presidente do município de Yomra, incluído na cidade de Trebisonda e onde está sedeado o Trabzonspor, prometeu dar o nome de Salih Durum a uma das ruas.

Lusa

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.