sicnot

Perfil

Desporto

Gianni Infantino reitera apoio ao alargamento do Mundial de futebol

O novo presidente da FIFA, o ítalo-suíço Gianni Infantino, reiterou o apoio a um alargamento do mundial de futebol de 32 para 40 equipas, ideia constante no seu programa e divulgada hoje em vídeo.

Michael Probst

"Não é segredo, acredito num mundial com 40 equipas, com mais oito, mas não assim tantas, visto que 40 representam apenas 19% das 209 federações da FIFA", explicou o antigo secretário-geral da UEFA, eleito presidente da FIFA na sexta-feira.

Gianni Infantino sustentou que isto dá a possibilidade de qualificação a mais oito equipas, é o sonho a muitas mais de se apurarem, o que considera ser o "que importa".

O novo responsável máximo do futebol mundial abordou também a questão do apoio tecnológico aos árbitros e salientou que o mesmo terá que ser analisado, no sentido de não impedir paragens.

"A particularidade do futebol é a sua fluidez, é um desporto sem interrupção e, por isso, temos que ver qual será o impacto de uma ajuda tecnológica à arbitragem nessa fluidez", salientou.

No fim de semana, o International Board, órgão que regulamenta as regras do jogo, reúne-se em Cardiff e poderá tomar decisões no que diz respeito ao 'dossier' quanto ao uso da tecnologia na arbitragem.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.