sicnot

Perfil

Desporto

UEFA suspende Galatasaray por uma temporada por incumprimento do fair-play financeiro

O Galatasaray vai ficar impedido de disputar as competições europeias de futebol por uma temporada, sanção a cumprir nas próximas duas épocas, por ter falhado no cumprimento do acordo de 'fair-play' financeiro, anunciou hoje a UEFA.

STR

"O painel de controlo financeiro de clubes da UEFA anunciou hoje ter excluído o Galatasaray da competição da UEFA para as quais se qualifique numa das próximas duas épocas (ou seja, 2016/17 ou 2017/18). Esta decisão foi tomada após o Galatasaray não ter cumprido os termos do acordo de solução assumido em maio de 2014", lê-se no comunicado da UEFA.

A UEFA impôs ainda ao emblema turco com mais títulos de campeão (20) que "limite o custo global de despesas aos lucros com jogadores em cada um dos períodos de referência (um deles a terminar em 2016 e outro em 2017)".

Após 23 jornadas, o Galatasaray ocupa o quinto lugar da Liga turca, com 37 pontos, menos 16 do que o líder Fenerbahçe, treinado pelo português Vítor Pereira, e foi eliminado pelos italianos da Lazio nos 16 avos de final da Liga Europa.

A nível europeu, o atual campeão turco já venceu uma Taça UEFA, em 1999/2000, impondo-se nas grandes penalidades aos ingleses do Arsenal (4-1, após 0-0 no tempo regulamentar), e uma Supertaça, em 2000, com dois golos do brasileiro Mário Jardel no triunfo por 2-1 após prolongamento diante dos espanhóis do Real Madrid, que contava com o luso Luís Figo.

Lusa

  • As mulheres na clandestinidade durante o Estado Novo
    7:32

    País

    Não se sabe quantas mulheres portuguesas viveram na clandestinidade durante o Estado Novo, mas estiveram sempre lado a lado com os homens que trabalhavam para o Partido Comunista na luta contra a ditadura. Aceitavam serem separadas dos filhos e mudarem de identidade várias vezes ao longo dos anos. A história de algumas destas mulheres estão agora reunidas num livro que acaba de ser lançado.