sicnot

Perfil

Desporto

Portugal continua em sétimo no ranking da FIFA, liderado pela Bélgica

A seleção portuguesa de futebol mantém o sétimo lugar no ranking da FIFA, hoje divulgado e no qual a Bélgica continua a ser líder, num top-10 sem quaisquer alterações.

Em caso de vitória, a seleção nacional assume a liderança do agrupamento e fica mais perto do apuramento direto para o Europeu do próximo ano, que vai decorrer em França.

Em caso de vitória, a seleção nacional assume a liderança do agrupamento e fica mais perto do apuramento direto para o Europeu do próximo ano, que vai decorrer em França.

INACIO ROSA / Lusa

Sem jogos disputados, Portugal segue a 20 pontos do Brasil, sexto classificado.

Os belgas são primeiros, à frente da Argentina, vice-campeã mundial, da Espanha, da Alemanha, campeã do mundo, e do Chile.

Entre os países de língua oficial portuguesa, Cabo Verde continua também a ser o melhor classificado, com uma subida de dois lugares, do 33.º para o 31.º posto, seguido, a larga distância, por Moçambique, na 100.ª posição.

O Gabão, comandado por Jorge Costa, mantém a 83.ª posição e o Burquina Faso, de Paulo Duarte, desceu um lugar e é 86.º.

Quanto aos adversários de Portugal no Euro2016 de futebol, a Áustria é 10.ª classificada, a Hungria 19.ª e a Islândia 38.ª.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41