sicnot

Perfil

Desporto

Académica denuncia tentativa de desestabilização com recurso a mensagem anónima

A direção da Académica de Coimbra denunciou hoje uma tentativa de desestabilização na equipa da I Liga de futebol, na sequência de uma mensagem anónima por correio eletrónico que circulou a relatar uma dramática situação financeira no clube.

PAULO NOVAIS / Lusa

"Pelos vistos, quem teme não conseguir atingir os seus objetivos dentro das quatro linhas (apesar de dentro das quatro linhas nem tudo ser justo nem bem decidido), procura montar estratégias nas sombras com recurso a 'amigos', computadores e favores", lê-se num comunicado emitido ao final da tarde.

Numa mensagem de correio eletrónico que circulou na quinta-feira, era referido que "desde o início de 2016 que o plantel não recebe o seu ordenado, havendo alguns jogadores a serem despejados das suas casas (que seria da responsabilidade da Académica pagar as rendas - algumas delas, nunca foram pagas)" e que "algumas dessas casas já viram luz e água a serem cortadas".

A mensagem, atribuída ao plantel da Académica, referia ainda que "esta situação não é vivida por todos os jogadores do plantel, uma vez que há jogadores que são pagos por outros clubes (emprestados) e infelizmente não temos a solidariedade e o companheirismo esperado".

Fonte do clube disse à Lusa que o cenário relatado não corresponde à verdade.

"Após conhecimento do e-mail, com uma 'intensa' pesquisa, chegámos a uma conclusão nada abonatória para uma competição profissional que se pretende transparente, honesta e verdadeira", refere a direção. "Foi uma viagem a um tempo que pensávamos já não existir, mas pelos vistos ainda perdura em algumas mentalidades com responsabilidades", acrescenta.

A Académica recorda ainda uma situação de desestabilização similar ocorrida em abril de 2015 quando uma mensagem de correio eletrónico supostamente assinada pelo plantel do Moreirense foi enviado à comunicação social. "Qualquer semelhança será, pois, pura coincidência", ironiza a direção academista.

"A juntar a tudo isto - qual cereja no topo do bolo - e após um circo já de si mal montado, chega-nos a atração principal, um ator que só pensa e vê dinheiro, e decide insultar os jogadores e o plantel da Académica", sublinha o clube, sem especificar.

A Académica ocupa a 17.ª e penúltima posição da I Liga de futebol, com 19 pontos, menos dois que o Boavista, que ocupa o lugar cimeiro, já fora da zona de despromoção.

Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão