sicnot

Perfil

Desporto

Nélson Évora acredita que vai estar no seu melhor nos Mundiais de atletismo 'indoor'

Nelson Évora disse hoje que espera estar ao melhor nível nos Mundiais de atletismo de pista coberta, em Portland, nos Estados Unidos, depois de ter vencido o concurso do triplo salto do Nacional da I Divisão em pista coberta.

Mas as lesões começaram a aparecer, a 'minar' a brilhante carreira. Em 2010, uma fratura de esforço na tíbia levou à primeira interrupção importante, falhando os Europeus.

Mas as lesões começaram a aparecer, a 'minar' a brilhante carreira. Em 2010, uma fratura de esforço na tíbia levou à primeira interrupção importante, falhando os Europeus.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

"Treinei muito bem, sinto-me bem. É só acertar alguns aspetos. Hoje já tive boas sensações. Ganhei no único salto válido que fiz. Agora é continuar a trabalhar para ir mais além. Acredito que vou estar no meu melhor nos Mundiais", afirmou Nelson Évora no final da prova.

O atleta olímpico, que já conquistou uma medalha de bronze nos Mundiais de pista coberta de Valência, Espanha, em 2008, vai tentar terminar no pódio nos Estados Unidos.

"Tenho de me focar para estar o mais forte possível naquele dia. Parto dentro de dois ou três dias e, depois da viagem, é recuperar, acertar horas do 'jet lag' e preparar-me com alguns treinos técnicos para saltar de forma consistente. As medalhas? Vamos ver", afirmou.

Nos Nacionais de pista coberta da I Divisão, Nelson Évora sentiu "boas sensações", conseguindo vencer à vontade, com uma marca de 16,71 metros.

"Saltei um pouco melhor do que tenho vindo a saltar. Mas não era este resultado que estava propriamente à procura. Esperava mais próximo dos 17 metros, embora para o que tenho treinado, e para aquilo que me proponho, queira ir até um pouco mais longe do que isso. É uma questão de tempo".

Em todo o caso, o atleta conseguiu em Pombal a sua melhor marca do ano em pista coberta.

"Foi um salto controlado, ainda não 'esmifrado' e com todos os ingredientes para fazer um bom salto. Foi o que ficou e agora tenho de me contentar com isso e olhar para o Mundial e preparar-me", considerou.

Apesar de ter sido medalha de ouro no Europeu 'indoor' em 2015, em Praga, e de prometer o melhor para Portland, este mês, o atleta do Benfica assume que na pista coberta tem "bastantes dificuldades":

"Tenho de saltar com menos passos do que é normal. Desde muito novo, sempre gostei mais do ar livre. Gosto de chão a 'sério'!", brincou.

Os Mundiais de pista coberta de Portland, disputam-se entre 17 e 20 de março.

Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.