sicnot

Perfil

Desporto

Maria Sharapova suspensa provisoriamente a partir de dia 12

A russa Maria Sharapova vai ser suspensa preventivamente a partir de 12 de março, depois de ter tido um controlo antidoping positivo durante o Open da Austrália, anunciou hoje a Federação Internacional de Ténis (ITF).

© Thomas Peter / Reuters

A antiga número mundial, de 28 anos, revelou hoje que teve um controlo positivo a meldonium, uma substância que toma desde 2006, mas que se tornou proibida em este ano, assumindo que não tinha visto a lista atualizada de produtos proibidos.

De acordo com a ITF, a russa foi controlada a 26 de janeiro no Open da Austrália, num teste que revelou a presença do produto proibido, tendo a tenista reconhecido a existência da substância.

Assim, segundo a ITF, por a substância estar entre as proibidas pela Agência Mundial Antidopagem e pelo seu próprio programa antidoping, Maria Sharapova será suspensa preventivamente a partir de 12 de março, até que o caso esteja resolvido.

A russa, de 28 anos e que venceu cinco torneios do 'Grand Slam', foi eliminada nos quartos de final do Open da Austrália, que se disputou no final de janeiro.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas