sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Benfica dispensa euforias em torno da equipa de futebol

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, dispensou hoje "qualquer tipo de euforias" em torno da equipa de futebol, considerando que o clube ainda não ganhou nada e que o excesso de entusiasmo "pode ser prejudicial".

Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica.

Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica.

LUSA

"Estamos a viver uma época intensa, desafiante e motivadora, mas convém dizer bem alto que ainda não ganhámos nada, que dispensamos qualquer tipo de euforias, porque, não só não fazem sentido, como podem ser prejudiciais às nossas ambições", afirmou.

O líder 'encarnado' discursava no início de um jantar com adeptos, em Beja, após a inauguração das novas instalações da Casa do Benfica da cidade e de ser recebido na câmara pelo presidente do município, João Rocha (CDU).

Luís Filipe Vieira reconheceu que "são tempos de acreditar, de apoiar a equipa e o clube", mas advertiu que "são tempos também de ter a humildade suficiente para perceber" que o clube enfrenta ainda "um caminho estreito e difícil".

"Nenhum cartaz vai ganhar campeonatos", insistiu, alertando que o clube pode "falhar no final" se não tiver a humildade de reconhecer que os próximos dois meses "vão ser muito duros" e se não tiver "capacidade de ganhar os jogos".

Nesse sentido, Luís Filipe Vieira pediu o "máximo apoio à equipa e euforia zero", até haver "alguma coisa para festejar".

"É verdade que o trabalho que fizemos até aqui alimentou a nossa ambição e a capacidade de podermos acreditar que somos capazes, mas temos de assumir que só em maio ganharemos alguma coisa", referiu.

No seu discurso, o presidente do Benfica destacou a equipa de futebol, "não só pelo que fez na última semana [subida à liderança da I Liga e apuramento para os quartos de final] e foi muito, mas pela capacidade que sempre teve durante todo o ano", manifestando orgulho por ver "uma equipa tão madura e com tantos jovens" da formação.

"Não foi fácil chegar aqui, porque nenhuma mudança é fácil", admitiu, frisando que sempre acreditou que "é possível" a equipa "ser competitiva olhando para a formação" e que o tempo e o treinador "provaram que sim".

O líder 'encarnado' considerou ainda que tem havido "muito ruído até aqui, continua a haver e vai, seguramente, aumentar", defendendo que "a melhor resposta é o silêncio".

"Respeitamos todos os nossos adversários e sabemos que o campeonato vai ser disputado até ao último jogo, mas quem vai decidir são os jogadores dentro de campo, mais ninguém, por muito esforço que façam", disse.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.