sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Benfica dispensa euforias em torno da equipa de futebol

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, dispensou hoje "qualquer tipo de euforias" em torno da equipa de futebol, considerando que o clube ainda não ganhou nada e que o excesso de entusiasmo "pode ser prejudicial".

Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica.

Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica.

LUSA

"Estamos a viver uma época intensa, desafiante e motivadora, mas convém dizer bem alto que ainda não ganhámos nada, que dispensamos qualquer tipo de euforias, porque, não só não fazem sentido, como podem ser prejudiciais às nossas ambições", afirmou.

O líder 'encarnado' discursava no início de um jantar com adeptos, em Beja, após a inauguração das novas instalações da Casa do Benfica da cidade e de ser recebido na câmara pelo presidente do município, João Rocha (CDU).

Luís Filipe Vieira reconheceu que "são tempos de acreditar, de apoiar a equipa e o clube", mas advertiu que "são tempos também de ter a humildade suficiente para perceber" que o clube enfrenta ainda "um caminho estreito e difícil".

"Nenhum cartaz vai ganhar campeonatos", insistiu, alertando que o clube pode "falhar no final" se não tiver a humildade de reconhecer que os próximos dois meses "vão ser muito duros" e se não tiver "capacidade de ganhar os jogos".

Nesse sentido, Luís Filipe Vieira pediu o "máximo apoio à equipa e euforia zero", até haver "alguma coisa para festejar".

"É verdade que o trabalho que fizemos até aqui alimentou a nossa ambição e a capacidade de podermos acreditar que somos capazes, mas temos de assumir que só em maio ganharemos alguma coisa", referiu.

No seu discurso, o presidente do Benfica destacou a equipa de futebol, "não só pelo que fez na última semana [subida à liderança da I Liga e apuramento para os quartos de final] e foi muito, mas pela capacidade que sempre teve durante todo o ano", manifestando orgulho por ver "uma equipa tão madura e com tantos jovens" da formação.

"Não foi fácil chegar aqui, porque nenhuma mudança é fácil", admitiu, frisando que sempre acreditou que "é possível" a equipa "ser competitiva olhando para a formação" e que o tempo e o treinador "provaram que sim".

O líder 'encarnado' considerou ainda que tem havido "muito ruído até aqui, continua a haver e vai, seguramente, aumentar", defendendo que "a melhor resposta é o silêncio".

"Respeitamos todos os nossos adversários e sabemos que o campeonato vai ser disputado até ao último jogo, mas quem vai decidir são os jogadores dentro de campo, mais ninguém, por muito esforço que façam", disse.

Lusa

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC