sicnot

Perfil

Desporto

Avançado espanhol do FC Porto Alberto Bueno operado ao joelho esquerdo

O avançado espanhol Alberto Bueno, futebolista do FC Porto, foi operado, na segunda-feira, ao joelho esquerdo e não deverá jogar mais esta época, segundo comunicado no sítio oficial dos 'dragões'.

Bueno, que regressou à competição no início de março, após uma lesão no pé direito que demorou dois meses a recuperar, voltou a magoar-se, agora no joelho esquerdo.

"Alberto Bueno, jogador do FC Porto, foi operado esta segunda-feira ao joelho esquerdo, no Hospital da Trindade, devido a uma lesão no menisco contraída na semana passada. A reinserção meniscal ao avançado espanhol, realizada pelo Prof. José Carlos Noronha, coadjuvado pelo Dr. Alcindo Silva e pelo Dr. José Lourenço, foi bem sucedida e decorreu sem intercorrências", pode ler-se na página do clube.

Atendendo ao tipo de lesão e ao procedimento cirúrgico, a recuperação deverá durar entre seis e oito semanas, o que o afasta dos relvados até ao final da época.

Alberto Bueno foi uma aposta do treinador espanhol Julen Lopetegui para reforçar os 'dragões no início da época, mas nunca conseguiu afirmar-se, apesar de, na temporada passada, ter sido o segundo melhor marcador espanhol da Liga BBVA (primeira liga espanhola), sétimo no geral, com 17 golos.

No FC Porto, conta apenas oito jogos oficiais e apontou dois golos, ambos ao Angrense, a contar para a Taça de Portugal.

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.