sicnot

Perfil

Desporto

Vidic diz que Ronaldo é um exemplo de como os futebolistas devem treinar e viver

O sérvio Nemanja Vidic, antigo capitão do Manchester United, classificou hoje o português Cristiano Ronaldo, jogador do Real Madrid como um exemplo de como os futebolistas devem treinar e viver.

© Tony Gentile / Reuters

Vidic, que recentemente abandonou o futebol, foi companheiro de Cristiano Ronaldo no Manchester United durante duas épocas, ao longo das quais o português marcou 98 golos e conquistou a primeira das três bolas de ouro que tem no palmarés.

"Cristiano era divertido, gostava de rir e de fazer brincadeiras. Às vezes não achava piada quando lhe faziam partidas a ele, mas era fantástico no balneário", afirmou o sérvio em entrevista à cadeia britânica BBC.

O antigo internacional sérvio afirmou que Ronaldo é um dos melhores profissionais que conheceu ao longo da sua carreira.

"Estava totalmente comprometido com o futebol. Tinha objetivos e queria alcançá-los, isso fê-lo trabalhar e treinar muito", disse, acrescentando: "Há muitos futebolistas com talento, mas que não se comprometem a 100%. Por isso, Ronaldo é um exemplo de como os futebolistas profissionais devem treinar e viver".

Vidic, de 34 anos, anunciou a retirada a 29 de janeiro passado, deias depois de se ter desvinculado do Inter de Milão.

Além do Manchester United, equipa ao serviço da qual venceu 18 títulos, entre os quais uma Liga dos Campeões e cinco ligas inglesas, Vidic passou pelo Estrela Vermelha de Belgrado, e pelo Spartak de Moscovo.

Lusa

  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Raphäel Guerreiro vai continuar a acompanhar a seleção
    1:08
  • 74 mil alunos do secundário têm a vida "suspensa" 
    2:22

    País

    Enquanto o Ministério Público investiga a fuga de informação no exame nacional de Português do 12.º ano, 74 mil estudantes ficam com a vida suspensa. Se a fuga se confirmar, o exame corre o risco de ser anulado e as candidaturas ao ensino superior atrasam. O Instituto de Avaliação Educativa (IAVE), responsável pelos exames, prometeu esclarecimentos para os próximos dias.