sicnot

Perfil

Desporto

José Couceiro pede bom senso nos possíveis processos contra ex-dirigentes do Sporting

José Couceiro, antigo candidato à presidência do Sporting, sublinhou que é preciso "bom senso" na abordagem aos possíveis processos movidos a antigos dirigentes dos verde e brancos, salientando que o foco "tem de ser a equipa de futebol".

ALEXANDROS VLACHOS

"Acho que neste momento é importante que haja alguma tranquilidade até ao final da época, há aqui questões que já o disse não estou completamente por dentro, mas também não concordo com determinado tipo de procedimentos. Penso que tem de haver aqui algum bom senso, algum equilíbrio e discutir as questões nos sítios certos e não em termos públicos", afirmou à margem do Fórum do treinador de futebol e futsal, que termina hoje, em Setúbal.

Apesar de pedir reserva neste tema, Couceiro vincou que as pessoas visadas no tema "se irão pronunciar".

"A seu tempo todos se irão pronunciar sobre estas questões. Ficar no ar a suspeição sobre pessoas que têm um percurso de seriedade, acho que têm de o esclarecer", disse.

Sobre o aspeto desportivo, Couceiro sublinhou que o campeonato está em aberto, colocando o Sporting como a equipa que "tem apresentado melhor qualidade".

"O campeonato está em aberto, o Sporting tem de pensar um jogo de cada vez, a estrelinha de campeão procura-se. Neste momento, acho que não vou exagerar ao dizer que, dos três grandes, o que tem apresentado melhor qualidade tem sido o Sporting. Tem de haver um equilíbrio, ainda falta muito tempo até ao fim do campeonato", concluiu.

Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC