sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Veloso recorda "desilusão" do Sporting face ao Bayern

O futebolista Miguel Veloso fala de "desilusão" na eliminatória de 2008/09 com o Bayern Munique, agora um adversário "bastante difícil" para o Benfica, que, no entanto, pode "surpreender" nos quartos de final da Liga dos Campeões.

No Dínamo de Kiev, depois de em 2010 ter saído de Alvalade rumo a Itália, onde jogou no Génova durante dois anos, Miguel Veloso não esqueceu a pesada derrota que o Bayern aplicou ao Sporting

No Dínamo de Kiev, depois de em 2010 ter saído de Alvalade rumo a Itália, onde jogou no Génova durante dois anos, Miguel Veloso não esqueceu a pesada derrota que o Bayern aplicou ao Sporting

© Reuters Staff / Reuters

A cumprir a quarta temporada no Dínamo de Kiev, depois de em 2010 ter saído de Alvalade rumo a Itália, onde jogou no Génova durante dois anos, Miguel Veloso não esqueceu a pesada derrota que o Bayern aplicou ao Sporting na temporada 2008/2009, nos oitavos de final da Champions.

Com um resultado total na eliminatória de 12-1, depois de uma vitória dos bávaros na primeira mão por 5-0, em Alvalade, e por 7-1 na segunda, na Alemanha, o médio recorda dois jogos em que o Bayern colocou grande intensidade.

"Foram jogos bastante intensos, porque o Bayern teve sempre grandes jogadores e grandes equipas. Recordo-me que foi um a desilusão para nós perder daquela maneira, mas sabíamos que defrontávamos uma grande equipa", afirmou, em entrevista à Agência Lusa.

O médio, na altura com 23 anos, explicou que, apesar da pesada derrota, foi possível tirar um aspeto positivo.

"Já nem me recordo por quantos perdemos em casa, mas recordo-me que foi um jogo em que o Bayern meteu grande intensidade. Tinha jogadores de grande qualidade, um grande coletivo. Foi bom, no sentido de podermos ter jogado contra uma grande equipa, mas mau pelo resultado", vincou.

Miguel Veloso que ao serviço do Dínamo de Kiev atingiu esta temporada os oitavos da Liga dos campeões, tendo a sua equipa perdido nessa fase com o Manchester City, comentou que no encontro entre o Benfica e o Bayern, dos quartos de final da prova, os alemães são favoritos, destacando, contudo, que as águias estão a "fazer uma grande campanha" na Champions.

"Penso que o favorito será o Bayern, porque tem o objetivo de ganhar a Liga dos Campeões. O Benfica não, mas tem vindo a fazer uma grande campanha na Liga dos Campeões e pode surpreender. Era bom para o futebol português. O Benfica também não tem a pressão de passar a eliminatória, mas era bom que conseguisse passar. Será difícil, mas o Benfica, com certeza, fará o melhor", disse.

O futebolista português destacou a organização dos comandados de Guardiola como um dos pontos fortes, para além da "qualidade individual", mas reafirmou que o Benfica pode surpreender.

"O Bayern é uma equipa muito bem organizada, mesmo a perder com a Juventus (nos oitavos de final), conseguiu dar a volta, porque tem uma grande organização. Todos os jogadores sabem o que têm de fazer dentro de campo e, depois, têm a forte qualidade individual de cada jogador. Será bastante difícil para o Benfica, mas o Benfica não tem nada a perder e pode conseguir surpreender", rematou.

O Benfica defronta às de 20:45 locais (19:45 em Lisboa) de terça-feira, na Alemanha, o Bayern Munique, em encontro da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

Lusa

  • "É mais um notável tiro no pé de Passos Coelho"
    4:04

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite, a polémica em torno de Pedro Passos Coelho, depois do presidente do PSD ter pedido desculpas por ter "usado informação não confirmada", ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. Sousa Tavares considera que Passos Coelho deu "mais um tiro no pé" e defende que o líder da oposição "está notoriamente desgastado" e "caminha para uma tragédia eleitoral autárquica".

    Miguel Sousa Tavares

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.