sicnot

Perfil

Desporto

Autoridades brasileiras desmantelam rede ilegal de revenda de bilhetes para Rio2016

As autoridades brasileiras desarticularam uma rede de revenda de bilhetes para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, informaram hoje fontes oficiais.

A operação aconteceu na segunda-feira nos escritórios do Comité Organizador Rio2016, que colaborou com a investigação da Polícia Civil, de acordo com um comunicado divulgado hoje pelo governo regional do Rio de Janeiro.

A investigação permitiu identificar dez pessoas que ofereciam a venda de 712 entradas para alguns dos principais eventos, tanto dos Jogos Olímpicos, como dos Paralímpicos, através das redes sociais, a um preço muito superior ao estabelecido pela organização.

O sistema de venda de bilhetes escolhido pelo Comité Organizador estabelecia que, no Brasil, as entradas só poderiam ser adquiridas através da página oficial do Rio2016, de forma a que os compradores recebessem os bilhetes já impressos por correio, à medida que se fosse aproximando a data do evento.

Além disso, a organização pôs à disposição dos compradores uma plataforma que permite devolver gratuitamente os bilhetes que não fossem utilizar no evento que decorre entre 05 e 21 de agosto.

A rede operava comprando as entradas através dos canais oficiais com a intenção de revendê-los posteriormente, quando estivessem em seu poder.

A operação policial permitirá cancelar o envio dos bilhetes adquiridos pelos revendedores.

Cerca de metade dos 7,5 milhões de entradas têm um preço que varia entre os 40 e 70 reais (10 a 17 euros), com as mais caras a custarem entre 1.200 reais (uns 288 euros) nos lugares preferenciais das finais de basquetebol, voleibol, voleibol de praia e atletismo.

Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • Deputados britânicos debatem hoje petição que desvaloriza visita de Donald Trump

    Mundo

    Os deputados britânicos debatem hoje uma petição que reclama que a futura visita de Estado do Presidente norte-americano, Donald Trump, seja reduzida a uma visita oficial, enquanto dezenas de milhares de pessoas se manifestam sobre o mesmo assunto. Dezenas de milhares de pessoas são esperadas hoje nas ruas de várias cidades do Reino Unido, em protestos organizados para coincidir com a discussão no parlamento (na Câmara dos Comuns) de uma petição 'online' que já tem quase dois milhões de subscritores.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Matteo Renzi demite-se da liderança do Partido Democrático

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro italiano Matteo Renzi demitiu-se hoje da liderança do Partido Democrata (PD), uma decisão que faz parte de uma estratégia para retomar o controlo da formação de centro-esquerda, onde uma minoria mais à esquerda ameaça cindir-se.