sicnot

Perfil

Desporto

Autoridades brasileiras desmantelam rede ilegal de revenda de bilhetes para Rio2016

As autoridades brasileiras desarticularam uma rede de revenda de bilhetes para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, informaram hoje fontes oficiais.

A operação aconteceu na segunda-feira nos escritórios do Comité Organizador Rio2016, que colaborou com a investigação da Polícia Civil, de acordo com um comunicado divulgado hoje pelo governo regional do Rio de Janeiro.

A investigação permitiu identificar dez pessoas que ofereciam a venda de 712 entradas para alguns dos principais eventos, tanto dos Jogos Olímpicos, como dos Paralímpicos, através das redes sociais, a um preço muito superior ao estabelecido pela organização.

O sistema de venda de bilhetes escolhido pelo Comité Organizador estabelecia que, no Brasil, as entradas só poderiam ser adquiridas através da página oficial do Rio2016, de forma a que os compradores recebessem os bilhetes já impressos por correio, à medida que se fosse aproximando a data do evento.

Além disso, a organização pôs à disposição dos compradores uma plataforma que permite devolver gratuitamente os bilhetes que não fossem utilizar no evento que decorre entre 05 e 21 de agosto.

A rede operava comprando as entradas através dos canais oficiais com a intenção de revendê-los posteriormente, quando estivessem em seu poder.

A operação policial permitirá cancelar o envio dos bilhetes adquiridos pelos revendedores.

Cerca de metade dos 7,5 milhões de entradas têm um preço que varia entre os 40 e 70 reais (10 a 17 euros), com as mais caras a custarem entre 1.200 reais (uns 288 euros) nos lugares preferenciais das finais de basquetebol, voleibol, voleibol de praia e atletismo.

Lusa

  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.