sicnot

Perfil

Desporto

Real Madrid perde por 2-0 com o Wolfsburgo para a Champions

O Real Madrid foi hoje derrotado no terreno do Wolfsburgo, por 2-0, e ficou em apuros nos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, enquanto Paris Saint-Germain e Manchester City empataram (2-2), na capital francesa.

© Reuters Staff / Reuters

A jogar em casa, o Wolfsburgo protagonizou a grande surpresa da primeira mão dos quartos, ao bater o favorito Real Madrid, e alcançou uma valiosa vantagem para o segundo confronto, na próxima semana, na capital espanhola.

Num encontro em que Cristiano Ronaldo esteve desinspirado, assim como toda a equipa 'merengue', os germânicos chegaram ao triunfo com golos do suíço Ricardo Rodriguez, de grande penalidade, aos 18 minutos, e de Arnold, aos 25.

Vieirinha foi titular no lado direito da defesa do Wolfsburgo, enquanto Pepe apareceu no onze do Real Madrid, tal como Ronaldo, num jogo em que o guarda-redes costa-riquenho Keylor Navas sofreu os primeiros golos da temporada na 'Champions'.

Em França, o Manchester City obteve um precioso empate no campo do Paris Saint-Germain, num jogo marcado por um erro insólito de Fernando, antigo jogador do FC Porto e atualmente médio da formação inglesa.

Depois de Zlatan Ibrahimovic já ter falhado uma grande penalidade para os parisienses, o belga Kevin de Bruyne deu vantagem aos citizens, aos 38 minutos, mas, pouco depois, aos 41, a equipa da casa refez a igualdade com muita sorte à mistura.

Na sequência de um pontapé de baliza, o guarda-redes Joe Hart colocou a bola em Fernando, que, à entrada da área, chutou contra Ibrahimovic, acabando a bola por seguir para as redes do Manchester City.

Na segunda parte, Rabiot completou a reviravolta, aos 59 minutos, aproveitando da melhor forma uma recarga, mas o brasileiro Fernandinho, com um remate algo enrolado já dentro da área, deu um valioso empate aos ingleses.

Os jogos da segunda mão estão agendados para 12 e 13 de abril.

Lusa

  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.