sicnot

Perfil

Desporto

Dilma Rousseff anuncia ausência da cerimónia de acendimento da tocha olímpica

A Presidência brasileira anunciou hoje que Dilma Rousseff não vai estar presente na cerimónia de acendimento da tocha olímpica, a realizar no próximo dia 21 em Atenas.

© Adriano Machado / Reuters

A ausência da chefe de Estado foi justificada com uma impossibilidade de agenda.

Dilma Rousseff está atualmente envolvida numa intensa campanha para tentar impedir a aprovação na Câmara dos Deputados de um pedido para a sua destituição.

Na próxima segunda-feira, um relatório da comissão especial que analisa o pedido de destituição - cujo parecer foi favorável à continuação do processo contra a Presidente - deverá ser aprovado, segundo informações veiculadas pela imprensa brasileira.

Ameaçada, Dilma Rousseff já cancelou outra viagem internacional, e tem mobilizado sua agenda para tentar garantir a sobrevivência do Governo em outra votação deste texto que acontecerá no plenário da Câmara dos Deputados, provavelmente no dia 17 de abril.

Para impedir a sua destituição, a chefe de Estado precisa garantir o apoio de 171 deputados, entre votos a favor, faltas e abstenções.

A tocha olímpica chegará ao Brasil no dia 03 de maio e depois passará por centenas de cidades até chegar à cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos, marcada para o dia 05 de agosto, no Rio de Janeiro.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.