sicnot

Perfil

Desporto

Ronaldo ajuda na goleada do Real Madrid frente ao Getafe

Depois do hat-trick que eliminou o Wolfsburgo da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo ajudou hoje, nos instantes finais, à goleada do Real Madrid (5-1), em casa do último classificado da liga espanhola de futebol, o Getafe.

© Sergio Perez / Reuters

Numa tarde em que parecia que iria ficar em branco, o extremo internacional português marcou o último golo dos merengues, o quinto, aos 90+2, num lance em que Jesé se desmarcou e Cristiano, que vinha de posição de fora de jogo, só teve que empurrar.

O golo, o 31.º na liga espanhola, deixa o avançado na liderança dos melhores marcadores europeus, com mais um golo do que o brasileiro Jonas, do Benfica, e que deve jogar na segunda-feira na receção ao Vitória de Setúbal, e Higuáin (Nápoles), a cumprir o segundo de três jogos de castigo.

O Real Madrid aproveitou ainda o 33.º jogo em "La Liga" para subir provisoriamente ao segundo lugar, a um ponto do líder FC Barcelona, que joga em Camp Nou no domingo com o Valência, e com mais dois do que o Atlético Madrid, que recebe o Granada.

Em Getafe, nos arredores de Madrid, o Real distribuiu os golos pela sua linha avançada e, ao intervalo, vencia por 2-0, com Benzema (29 minutos) e Isco (40) a marcarem para a equipa de Zinedine Zidane.

Karim Benzema, que ficou esta semana a saber que não irá ao Euro2016, no âmbito do escândalo em que terá alegadamente participado numa chantagem ao também internacional Valbuena, foi o homem do jogo.

O avançado francês marcou o primeiro e assistiu Isco no segundo e Bale, aos 50 minutos, no terceiro. O quarto golo pertenceu ao internacional colombiano e ex-dragão James Rodríguez (88) e Cristiano Ronaldo fez o quinto (90+2).

Lusa

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira