sicnot

Perfil

Desporto

Vencedores do torneio de ténis de Wimbledon vão receber 2,5M€

Os vencedores dos títulos individuais masculino e feminino do torneio de ténis de Wimbledon deste ano vão receber cada um cerca de 2,5 milhões de euros, revelou hoje o All England Lawn Tennis Club (AELTC).

© Reuters Staff / Reuters

O prize money terceiro Grand Slam do ano, que é o único de entre os quatro maiores torneios disputado na relva, foi aumentado em cinco por cento em relação à última edição e atinge em 2016 valores muito perto dos 36,1 milhões de euros.

No ano passado, os vencedores individuais de Wimbledon, o sérvio Novak Djokovic e a norte-americana Serena Williams, receberam cada um cerca de 2,3 milhões de euros.

No entanto, o Open dos Estados Unidos continua a ser o torneio do Grand Slam dotado do maior prize money, já que na última edição distribuiu cerca de 54,2 milhões de euros, sendo que cada um dos vencedores recebeu aproximadamente 4,2 milhões de euros.

Este ano, Wimbledon também contará com medidas extraordinárias no que respeita ao processo de despistagem de doping, após a recente confissão da ex-campeã russa Maria Sharapova de ter consumido uma substancia proibida (meldonium).

Os promotores do torneio anunciaram também que vão investir em sistemas anticorrupção para prevenir, tendo como exemplo as suspeitas que recaíram sobre 16 atletas no Open da Austrália, qualquer possibilidade de resultados combinados.

"O investimento na promoção da integridade do ténis, à luz de recentes acontecimentos, sublinha a nossa determinação para que Wimbledon seja tido também como um exemplo nesta área", considerou o diretor executivo do AELTC, Richard Lewis.

Lusa

  • Governo prepara projeto para suavizar transição para a reforma
    1:38

    Economia

    O Governo quer suavizar a transição do trabalho para a reforma. A ideia é que essa passagem seja feita gradualmente e não de um dia para o outro, o que pode ser mais traumático. O projeto prevê a possilidade de o trabalhador cumprir meio horário e acumular com meia pensão.

  • Portugal pode perder parte dos fundos comunitários
    2:21

    Economia

    Portugal arrisca-se a perder parte dos fundos comunitários atribuídos ao país, se não acelerar a execução dos programas que têm comparticipação de Bruxelas. A notícia é avançada pelo jornal Público, que revela que o país ainda está longe de cumprir as metas mínimas. O Executivo desdramatiza e acredita que serão cumpridas até ao final do ano. O Governo diz mesmo que Portugal deverá ser um dos países com melhores taxas de execução.

  • Proteína tóxica que se acumula no cérebro pode ser uma das causas do Alzheimer
    2:33

    País

    Uma proteína tóxica que se acumula no cérebro pode ser uma das causadoras do Alzheimer. A revelação, feita pelo prémio Nobel da Medicina de 2014, será discutida no terceiro dia da cimeira mundial sobre doenças neurodegenerativas na Fundação Champalimaud, em Lisboa. A partir de hoje, serão apresentadas novidade nas investigações científicas sobre a epidemia silenciosa, que atinge 50 milhões de pessoas em todo o mundo.

  • Primeiro discurso de Costa na ONU alinhado com o de Guterres

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, proferirá hoje o seu primeiro discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, devendo estar muito alinhado com a agenda política apresentada na terça-feira pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, valorizando o multilateralismo.