sicnot

Perfil

Desporto

FIA anuncia acordo sobre motores na Fórmula 1

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) anunciou esta sexta-feira oficialmente um acordo entre os principais atores da Fórmula 1 sobre os motores para a o período 2017-2020, que favorece a redução de custos.

© Jason Reed / Reuters

"Este acordo global sobre as unidades motoras (a combustão interna e elétricos) cobre quatro setores-chave relativos aos custos e às tarifas de fornecimento, à obrigação de fornecimento e à convergência do desempenho", enumera o comunicado da FIA, divulgado no final da segunda sessão de treinos livres antecedendo o Grande Prémio da Rússia, em Sochi.

Depois de definitivamente adotadas, nomeadamente pelo Conselho Mundial da FIA, as medidas serão incluídas "no regulamento técnico e desportivo dos campeonatos do mundo de 2017 e 2018 de Fórmula 1", indicou a organização.

No quadro do acordo, a FIA compromete-se a "favorecer a estabilidade dos regulamentos referentes às unidades motoras e a manter a estrutura dirigente da Fórmula 1 para o período 2017-2020".

A partir de 2017, os fabricantes (Mercedes, Ferrari, Renault e Honda) reduzirão em um milhão de euros o custo de cada unidade motora para os seus clientes, valor que cairá novamente em 2018 para três milhões de euros suplementares.

Durante a temporada de 2016, as equipas gastaram entre 15 e 20 milhões de euros na motorização dos seus carros.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.