sicnot

Perfil

Desporto

FIA anuncia acordo sobre motores na Fórmula 1

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) anunciou esta sexta-feira oficialmente um acordo entre os principais atores da Fórmula 1 sobre os motores para a o período 2017-2020, que favorece a redução de custos.

© Jason Reed / Reuters

"Este acordo global sobre as unidades motoras (a combustão interna e elétricos) cobre quatro setores-chave relativos aos custos e às tarifas de fornecimento, à obrigação de fornecimento e à convergência do desempenho", enumera o comunicado da FIA, divulgado no final da segunda sessão de treinos livres antecedendo o Grande Prémio da Rússia, em Sochi.

Depois de definitivamente adotadas, nomeadamente pelo Conselho Mundial da FIA, as medidas serão incluídas "no regulamento técnico e desportivo dos campeonatos do mundo de 2017 e 2018 de Fórmula 1", indicou a organização.

No quadro do acordo, a FIA compromete-se a "favorecer a estabilidade dos regulamentos referentes às unidades motoras e a manter a estrutura dirigente da Fórmula 1 para o período 2017-2020".

A partir de 2017, os fabricantes (Mercedes, Ferrari, Renault e Honda) reduzirão em um milhão de euros o custo de cada unidade motora para os seus clientes, valor que cairá novamente em 2018 para três milhões de euros suplementares.

Durante a temporada de 2016, as equipas gastaram entre 15 e 20 milhões de euros na motorização dos seus carros.

Lusa

  • UE decide hoje sede da Agência Europeia do Medicamento
  • Fotografia que junta miss Israel e miss Iraque gera polémica
    1:28

    Mundo

    As candidatas a Miss Universo já se começaram a juntar em Las Vegas, nos Estados Unidos, onde irá decorrer a cerimónia, no próximo fim de semana. Um evento que já está a dar que falar e tudo por causa de uma fotografia, que junta as misses do Iraque e de Israel.