sicnot

Perfil

Desporto

Tribunal Arbitral do Desporto decide recurso de Platini a 9 de maio

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) revelou hoje que decidirá em relação ao recurso apresentado por Michel Platini, da suspensão de seis anos que lhe foi imposta pela FIFA, o mais tardar a 9 de maio.

Platini à chegada ao TAS disse estar confiante de que vai ganhar recurso da suspensão por 6 anos.

Platini à chegada ao TAS disse estar confiante de que vai ganhar recurso da suspensão por 6 anos.

© Denis Balibouse / Reuters

A informação foi avançada pelo secretário-geral do TAS, Mathieu Reeb, depois de Platini ter sido hoje ouvido na sede do tribunal, em Lausana, na Suíça, numa audiência que contou também com o ex-presidente da FIFA Joseph Blatter.

À saída da audiência, Platini disse estar muito confiante e otimista em relação a uma decisão, por não ter feito nada do que se possa recriminar.

"Estou ainda mais otimista [depois da audiência no Tribunal]", começou por dizer o presidente suspenso da UEFA, acrescentando que não fez nada e não cometeu qualquer erro.

A data hoje anunciada dará à UEFA, que se reunirá na segunda e na terça-feira em congresso em Budapeste, um mês para organizar eleições para um novo presidente, ainda antes do Euro2016, caso o tribunal mantenha a suspensão de seis anos a Michel Platini.

O ex-futebolista francês, que chegou a apresentar a candidatura à presidência da FIFA para as eleições realizadas este ano, foi condenado por abuso de confiança, conflito de interesses e gestão danosa no caso do pagamento de 1,8 milhões de euros feitos por Blatter.

"Hoje é o início de um jogo, um novo jogo, uma final. Estou otimista e acredito que vou ganhar", já tinha referido Platini de manhã aos jornalistas, à chegada ao TAS.

A UEFA decidiu que até existir uma decisão do TAS Platini continuará presidente, suspenso, e em caso de lhe ser dada razão neste tribunal desportivo poderá reassumir funções e presidir ao Euro2016 de futebol, em França, de 10 de junho a 10 de julho.

Tanto Platini, como o suíço Joseph Blatter, foram suspensos pela FIFA, inicialmente por oito anos e depois seis, e inibidos de exercerem qualquer atividade no futebol, levando a que ambos recorressem das decisões para o TAS.

Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC