sicnot

Perfil

Desporto

Dick Pound diz que será difícil confiar em atletas russos

O canadiano Dick Pound, antigo presidente da Agência Mundial Antidopagem (AMA), disse hoje que será muito difícil confiar em qualquer atleta russo, mesmo que a federação de atletismo do país seja autorizada a participar nos Jogos Olímpicos Rio2016.

© Michael Dalder / Reuters

Pound liderou uma comissão independente que aconselhou a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) a suspender a federação russa, na sequência de uma reportagem do canal alemão ARD ter revelado um sistema de dopagem sistemático e com apoio do estado.

"Quando entregámos o relatório em novembro, dissemos que eles [Rússia] podiam regressar se acelerassem e fizessem o seu trabalho de forma adequada, mas dependia deles. Vai haver muita pressão para os ter de volta e, do ponto de vista do sistema, seria muito bom ter toda a gente nos Jogos", referiu.

Contudo, Pound considera que ainda há "elementos em negação" na Rússia e que ainda não conseguiu ter a certeza que as mudanças foram efetivamente levadas a cabo.

"Se eu fosse o presidente do COI [Comité Olímpico Internacional] e deixasse os russos regressar, será que tinha a certeza absoluta de que todos os atletas russos não se estão a dopar e que tudo mudou?", questionou.

As declarações de Pound foram apoiadas pela ex-fundista britânica Paul Radcliffe.

"Temos todos suspeitas de que eles consigam fazer o que é necessário para assegurar que toda equipa está limpa para competir no Rio", disse Radcliffe.

A decisão sobre a presença do atletismo da Rússia será tomada a 17 de junho, num encontro da IAAF, em Viena.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.