sicnot

Perfil

Desporto

Platini pode recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem

O demissionário presidente da UEFA Michel Platini está a estudar a possibilidade de recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem para contestar a sua suspensão por quatro anos de toda a atividade ligada ao futebol.

© Eric Gaillard / Reuters

De acordo com declarações da sua equipa à AFP, o antigo futebolista francês está "a estudar seriamente, entre as suas possibilidades, recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem para protestar contra o facto que o impede de trabalhar".

O Tribunal Arbitral do Desporto, a mais alta jurisdição desportiva, reduziu de seis para quatro anos a suspensão de Platini, que foi sancionado pela justiça interna da FIFA pelo envolvimento no escândalo de corrupção que abalou a entidade.

A sanção imposta ao presidente demissionário da UEFA não o permite, por exemplo, comentar jogos ou ter uma crónica num jornal durante o Euro2016 que vai decorrer em França.

Lusa

  • "De hoje em diante, só a América virá em primeiro lugar"
    3:20
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39

    Mundo

    As primeiras decisões da era Trump não tardaram. O 45.º Presidente dos Estados Unidos da América já avançou com algumas medidas, entre elas, a confirmação dos nomes que vão compor a nova administração e a criação do Dia do Patriotismo.

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.