sicnot

Perfil

Desporto

Diretor-desportivo do Newcastle pede desculpa aos adeptos pela descida de divisão

O diretor-desportivo do Newcastle, Lee Charnley, pediu na quarta-feira desculpa aos adeptos pela despromoção do clube na Liga Inglesa de futebol, salientando que todos estão "devastados" e lamentam o sucedido.

Mike Ashley (lado direito da foto) com o diretor desportivo do Newcastle, Lee Charnley (lado esquerdo da foto).

Mike Ashley (lado direito da foto) com o diretor desportivo do Newcastle, Lee Charnley (lado esquerdo da foto).

Scott Heppell

O triunfo de quarta-feira do Sunderland, em casa com o Everton (3-0), empurrou matematicamente o Newcastle e o Norwich para a segunda divisão inglesa, o 'Championship', juntando-se ao Aston Villa, despromovido há algumas jornadas.

"Hoje [quarta-feira] à noite estamos devastados com a descida da Liga Inglesa, tal como sabemos que estarão todas as pessoas ligadas a este clube", salientou Lee Charnley na página oficial do clube na internet.

O diretor agradeceu também o apoio que os adeptos deram até ao final à equipa e ao técnico espanhol Rafa Benítez, que entrou a meio de março para o lugar de Steve McLaren, na tentativa de tirar a equipa da zona de despromoção.

"Nada mais vos pode ser pedido e lamento verdadeiramente que não vos tenhamos dado o final que mereciam", sublinhou ainda o diretor-desportivo.

A despromoção dos 'magpies' coloca em dúvida a continuidade de Benítez, que tinha iniciado a época no Real Madrid, clube do qual saiu por maus resultados em janeiro, vinculando-se em março ao Newcastle.

Entretanto, nas reações à despedida, o antigo internacional inglês e importante jogador do Newcastle Alan Shearer já veio dizer que duvida da continuidade de Rafa Benítez no clube e que isso o surpreenderia muito.

"Um tipo com estatuto e a reputação como a dele a treinar no 'Championship'? Verdadeiramente não acredito. Gostaria de estar errado e que continuasse", disse Shearer à estação de rádio BBC live.

Lusa

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".