sicnot

Perfil

Desporto

Senegalesa Fatma Samoura nomeada secretária-geral da FIFA

A senegalesa Fatma Samoura, diplomata das Nações Unidas, foi hoje nomeada secretária-geral da FIFA e vai tornar-se na primeira mulher a desempenhar as funções de número dois do organismo que rege o futebol mundial.

Schalk van Zuydam / AP

A escolha de Samoura, que nas duas últimas décadas tem trabalhado em vários países do continente africano para as Nações Unidas, foi anunciada pelo presidente Gianni Infantino no 66.º congresso da FIFA, que decorre na Cidade do México.

"Fatma é uma mulher com experiência internacional e tem a visão de alguém que trabalhou nos maiores desafios dos nossos tempos. Provou que tem a habilidade para construir e liderar equipas e melhorar o seu funcionamento. É uma pessoa que entende que a transparência é o 'coração' de um empresa organizada e bem gerida", disse o dirigente italo-suíço.

De acordo com os estatutos da FIFA, a nomeação de Fatma Samoura terá que passar pelo comité de revisão do organismo, sendo esperado que a dirigente senegalesa assuma funções no mês de junho.

"É um dia fantástico para mim. É uma honra ter sido nomeada para um papel tão importante na FIFA. Irei utilizar a minha experiência e o meu conhecimento na importante reforma que está a ser implementada na FIFA", afirmou Fatma Samoura, de 51 anos.

O anterior secretário-geral, o francês Jerome Valcke, foi suspenso por 12 anos de todas as atividades relacionadas com o futebol, no âmbito do escândalo de corrupção que abalou a instituição, tendo sido substituído interinamente pelo alemão Markus Kattner.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.