sicnot

Perfil

Desporto

"Benfica foi um justo vencedor" da I Liga, afirma Domingos Paciência

O treinador português de futebol Domingos Paciência considerou hoje que "o Benfica foi um justo campeão", admitindo que "foi a equipa portuguesa que mais promoveu o país" em todos os níveis.

À margem do XII Congresso Internacional de Futebol, que esta segunda e terça-feira se realiza na Maia, Domingos Paciência considerou Rui Vitória como o principal obreiro deste título, salientando todo o seu trabalho desde o início da época.

"Rui Vitória, que teve algum tempo inicial para conhecer os jogadores e teve de lidar com vários tipos de pressão, conseguiu mostrar que teve força para aguentar com isso tudo e acabou por consolidar uma equipa, acabando por fazer uma grande época e ganhar o título", referiu.

O antigo avançado reconheceu a justiça no triunfo 'encarnado', elogiando ainda o desempenho do Benfica na Liga dos Campeões.

"Na minha opinião é a equipa que merece ganhar. Se analisarmos o que foi a equipa do Benfica, há que realçar que foi a equipa portuguesa que mais nos promoveu internacionalmente", sublinhou.

Domingos Paciência admitiu ainda a possibilidade de "analisar a época em duas partes", atendendo às mudanças de rendimento das equipas responsáveis pela indefinição até à última jornada do campeão nacional.

Para o técnico, o mau momento do FC Porto agravou-se com a troca de treinadores, considerando que "a equipa perdeu fulgor" com a entrada de José Peseiro.

Ainda assim, considerou que este foi um ano atípico para os 'azuis e brancos', "num contexto diferente que acaba por tornar esta situação compreensível".

Em relação ao Sporting, Domingos reconheceu ter feito uma boa época, com uma equipa que já estava montada desde o ano anterior.

"O Sporting é uma equipa que vem do ano passado, com uma estrutura já bem montada, e depois não haja dúvida de que o Jorge Jesus acaba por fazer um bom trabalho. Colocou a equipa a jogar bem, com dinâmica e acaba por ser uma equipa que fez um bom campeonato", referiu.

No Benfica, e além do trabalho de Rui Vitória, Domingos enalteceu o desempenho de alguns jogadores.

"O Jonas fez a diferença. O Mitroglou foi uma boa muleta para o Jonas, ajudou-o muito, aliviando-o. Um trabalho fantástico da parte dos dois. Quanto à surpresa penso que não há dúvidas, o Renato Sanchez acaba por ser um jogador que fez a diferença. É um jogador ainda em evolução, em crescimento, ainda por lapidar. Ainda tem algumas lacunas que com o tempo e com os jogos vai melhorar", finalizou.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.