sicnot

Perfil

Desporto

"Benfica foi um justo vencedor" da I Liga, afirma Domingos Paciência

O treinador português de futebol Domingos Paciência considerou hoje que "o Benfica foi um justo campeão", admitindo que "foi a equipa portuguesa que mais promoveu o país" em todos os níveis.

À margem do XII Congresso Internacional de Futebol, que esta segunda e terça-feira se realiza na Maia, Domingos Paciência considerou Rui Vitória como o principal obreiro deste título, salientando todo o seu trabalho desde o início da época.

"Rui Vitória, que teve algum tempo inicial para conhecer os jogadores e teve de lidar com vários tipos de pressão, conseguiu mostrar que teve força para aguentar com isso tudo e acabou por consolidar uma equipa, acabando por fazer uma grande época e ganhar o título", referiu.

O antigo avançado reconheceu a justiça no triunfo 'encarnado', elogiando ainda o desempenho do Benfica na Liga dos Campeões.

"Na minha opinião é a equipa que merece ganhar. Se analisarmos o que foi a equipa do Benfica, há que realçar que foi a equipa portuguesa que mais nos promoveu internacionalmente", sublinhou.

Domingos Paciência admitiu ainda a possibilidade de "analisar a época em duas partes", atendendo às mudanças de rendimento das equipas responsáveis pela indefinição até à última jornada do campeão nacional.

Para o técnico, o mau momento do FC Porto agravou-se com a troca de treinadores, considerando que "a equipa perdeu fulgor" com a entrada de José Peseiro.

Ainda assim, considerou que este foi um ano atípico para os 'azuis e brancos', "num contexto diferente que acaba por tornar esta situação compreensível".

Em relação ao Sporting, Domingos reconheceu ter feito uma boa época, com uma equipa que já estava montada desde o ano anterior.

"O Sporting é uma equipa que vem do ano passado, com uma estrutura já bem montada, e depois não haja dúvida de que o Jorge Jesus acaba por fazer um bom trabalho. Colocou a equipa a jogar bem, com dinâmica e acaba por ser uma equipa que fez um bom campeonato", referiu.

No Benfica, e além do trabalho de Rui Vitória, Domingos enalteceu o desempenho de alguns jogadores.

"O Jonas fez a diferença. O Mitroglou foi uma boa muleta para o Jonas, ajudou-o muito, aliviando-o. Um trabalho fantástico da parte dos dois. Quanto à surpresa penso que não há dúvidas, o Renato Sanchez acaba por ser um jogador que fez a diferença. É um jogador ainda em evolução, em crescimento, ainda por lapidar. Ainda tem algumas lacunas que com o tempo e com os jogos vai melhorar", finalizou.

  • Bombeiros ficaram de prevenção após intoxicação em Corroios
    1:16

    País

    17 alunos da escola EB 2+3 em Corroios, no Seixal, foram hospitalizados esta segunda-feira com sintomas de intoxicação alimentar. Os alunos, entre os 7 e os 14 anos, foram transportados 12 para o hospital Garcia de Orta, em Almada e cinco para o hospital do Barreiro. O transporte foi feito pelos bombeiros voluntários da Amora e do Seixal mantiveram uma equipa de socorro no local apenas por prevenção.

  • "Nada mais há a dizer" sobre a Caixa
    0:13

    Caso CGD

    O primeiro-ministro voltou esta segunda-feira a dizer que já não há nada para discutir, na polémica sobre a entrega de declarações de património dos gestores da CGD. Foram as declarações de António Costa, na Cidade da Praia, à margem da quarta cimeira bilateral entre Portugal e Cabo Verde.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46