sicnot

Perfil

Desporto

"Benfica foi um justo vencedor" da I Liga, afirma Domingos Paciência

O treinador português de futebol Domingos Paciência considerou hoje que "o Benfica foi um justo campeão", admitindo que "foi a equipa portuguesa que mais promoveu o país" em todos os níveis.

À margem do XII Congresso Internacional de Futebol, que esta segunda e terça-feira se realiza na Maia, Domingos Paciência considerou Rui Vitória como o principal obreiro deste título, salientando todo o seu trabalho desde o início da época.

"Rui Vitória, que teve algum tempo inicial para conhecer os jogadores e teve de lidar com vários tipos de pressão, conseguiu mostrar que teve força para aguentar com isso tudo e acabou por consolidar uma equipa, acabando por fazer uma grande época e ganhar o título", referiu.

O antigo avançado reconheceu a justiça no triunfo 'encarnado', elogiando ainda o desempenho do Benfica na Liga dos Campeões.

"Na minha opinião é a equipa que merece ganhar. Se analisarmos o que foi a equipa do Benfica, há que realçar que foi a equipa portuguesa que mais nos promoveu internacionalmente", sublinhou.

Domingos Paciência admitiu ainda a possibilidade de "analisar a época em duas partes", atendendo às mudanças de rendimento das equipas responsáveis pela indefinição até à última jornada do campeão nacional.

Para o técnico, o mau momento do FC Porto agravou-se com a troca de treinadores, considerando que "a equipa perdeu fulgor" com a entrada de José Peseiro.

Ainda assim, considerou que este foi um ano atípico para os 'azuis e brancos', "num contexto diferente que acaba por tornar esta situação compreensível".

Em relação ao Sporting, Domingos reconheceu ter feito uma boa época, com uma equipa que já estava montada desde o ano anterior.

"O Sporting é uma equipa que vem do ano passado, com uma estrutura já bem montada, e depois não haja dúvida de que o Jorge Jesus acaba por fazer um bom trabalho. Colocou a equipa a jogar bem, com dinâmica e acaba por ser uma equipa que fez um bom campeonato", referiu.

No Benfica, e além do trabalho de Rui Vitória, Domingos enalteceu o desempenho de alguns jogadores.

"O Jonas fez a diferença. O Mitroglou foi uma boa muleta para o Jonas, ajudou-o muito, aliviando-o. Um trabalho fantástico da parte dos dois. Quanto à surpresa penso que não há dúvidas, o Renato Sanchez acaba por ser um jogador que fez a diferença. É um jogador ainda em evolução, em crescimento, ainda por lapidar. Ainda tem algumas lacunas que com o tempo e com os jogos vai melhorar", finalizou.

  • Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há mais um português desaparecido. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Espanha. As operações de busca centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "Nas Ramblas, é como se nada tivesse acontecido"
    1:35

    Ataque em Barcelona

    Um atentado terrorista em Barcelona matou 13 pessoas e feriu cerca de 100. O ataque aconteceu na zona das Ramblas, quando uma carrinha avançou sobre quem circulava nessa grande via no centro da capital da Catalunha. O repórter Emanuel Nunes está em Barcelona e deu conta do regresso à normalidade nas Ramblas, logo às primeiras horas da manhã.

  • Barcelona abalada pelo terrorismo
    1:03
  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.