sicnot

Perfil

Desporto

Final da Taça da Liga entre Benfica e Marítimo com lotação esgotada

O Benfica informou hoje que a final da Taça da Liga de futebol, na qual o clube da Luz defronta na sexta-feira o Marítimo, às 19:45, terá casa cheia no Estádio Cidade de Coimbra.

HOMEM DE GOUVEIA

Em nota publicada na sua página oficial, o Benfica refere que o estádio "vai registar casa cheia para a final", depois de terem esgotado os bilhetes para a final da nona edição da competição.

O Benfica persegue a sua sétima Taça da Liga, enquanto o Marítimo, finalista vencido pelas 'águias' na última época (2-1), estará na sua segunda final.

A equipa 'encarnada', que no domingo se sagrou tricampeã na I Liga, venceu as edições de 2008/09, 2009/10, 2010/11, 2011/12, 2013/14 e 2014/15, enquanto o Vitória de Setúbal venceu na estreia, em 2007/08, e o Braga em 2012/13.

A final da Taça da Liga desta época tem início marcado para as 19:45 de sexta-feira, num jogo com arbitragem de Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.