sicnot

Perfil

Desporto

Kris Meeke separado da vitória do Rali de Portugal por duas especiais

O britânico Kris Meeke (Citroen DS3) continua a liderar o Rali de Portugal, depois de cumpridas hoje as duas primeiras especiais do último dia, e está a 33 quilómetros da vitória na quinta prova do campeonato do mundo.

JOSE COELHO/ EPA

Depois da primeira passagem nos troços de Vieira do Minho e Fafe e após a conclusão de 17 provas especiais de classificação (PEC), o norte-irlandês comanda com 35,5 segundos de avanço sobre Andreas Mikkelsen (Volkswagen Polo R), que foi o mais rápido nestas classificativas e desalojou do segundo lugar o colega francês Sébastien Ogier. O tricampeão do mundo é terceiro, a 43,6.

Com participação reduzida neste campeonato, uma vez que a Citroen abdicou deste Mundial para preparar o novo carro para 2017, Meeke necessita apenas de continuar a gerir a vantagem na segunda passagem (PEC 18 e 19) para celebrar em Portugal a sua segunda vitória no WRC, depois da que obteve em 2015 na Argentina.

"A primeira especial estava um bocado enlameada e era fácil ser surpreendido, mas na segunda a aderência foi mais consistente. Faltam duas e tenho uma vantagem de 35 segundos, estou contente. A 'power stage' não me interessa, a vitória é o que eu quero", disse o britânico, que fez o terceiro tempo nos dois troços, cujo piso, sobretudo o primeiro, se apresentou escorregadio devido à chuva que caiu durante a noite.

Independentemente da posição em que terminar, Ogier vai continuar a liderar o campeonato do mundo, mas deverá ver adiada a sua quinta vitória em Portugal, continuando aquém do recorde de Markku Alen. Importunado por um furo, o francês foi segundo na PEC 16 e voltou a ser mais lento do que Mikkelsen na seguinte, perdendo cerca de 11 segundos em 33 quilómetros.

"Não posso correr o risco de ter outro furo, por isso não posso andar tão à vontade. Mas com certeza que vou continuar a tentar", afirmou o gaulês, que nunca esteve três ralis seguidos sem ganhar desde que chegou à Volkswagen em 2013. Este ano, venceu em Monte Carlo e na Suécia e depois foi segundo no México e na Argentina.

Andreas Mikkelsen, segundo no ano passado em Portugal, atrás do finlandês Jari-Matti Latvala, parte para as duas últimas especiais com 8,1 segundos de avanço.

Lusa

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira