sicnot

Perfil

Desporto

Falcao diz que regressar ao Mónaco e jogar é a melhor opção

O futebolista internacional colombiano Radamel Falcao disse hoje que regressar ao Mónaco, de Leonardo Jardim, depois de ter estado no Chelsea, é a melhor opção para jogar e regressar à seleção da Colômbia.

© Reuters Staff / Reuters

"Em princípio pensamos no regresso ao Mónaco. Está quase tudo definido para o meu regresso. É a melhor opção para ter alguma continuidade e jogar", disse o antigo avançado do FC Porto no seu canal no youtube.

Falcao, cuja carreira tem tido problemas físicos depois de se ter lesionado com gravidade antes do Mundial2014, poucas vezes foi opção no Chelsea, não jogando mais do que 12 jogos pelos 'blues', pelos quais marcou um golo.

"O desafio é jogar todos os jogos, fazer golos em todos os jogos, sentir-me bem em campo e adquirir ritmo", salientou o futebolista, que, antes do Chelsea, esteve emprestado também pelos monegascos ao Manchester United.

O Mónaco, treinado pelo português Leonardo Jardim e que conta no plantel com Fábio Coentrão, Ricardo Carvalho, João Moutinho, Bernardo Silva, Ivan Cavaleiro e Hélder Costa, deverá iniciar os trabalhos da época a 23 de junho.

Falcao, 30 anos, não estará antes na Copa América, para a qual não foi convocado, e em relação aos Jogos Olímpicos ainda não sabe o que acontecerá.

"Seria muito bonito participar, mas é muito cedo para saber. A segunda metade do ano é muito importante, o Mónaco joga a qualificação para a 'Champions' e é o início da pré-época", concluiu o jogador.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.