sicnot

Perfil

Desporto

Advogado afirma que pagamentos recebidos por Blatter foram "justos e adequados"

O advogado de Sepp Blatter insistiu hoje que os pagamentos recebidos pelo ex-presidente da FIFA foram "adequados e justos", após procuradores suíços revelarem que ele e outros dois dirigentes de topo receberam uns suspeitos 71 milhões de euros.

© Hannibal Hanschke / Reuters

"Esperamos mostrar à FIFA que as compensações pagas a Sepp Blatter foram adequadas, justas e em linha com as que se pagam aos responsáveis pelas mais importantes ligas de futebol do mundo", afirmou o causídico Richard Cullen, num comunicado distribuído pela imprensa.

A FIFA informou hoje as autoridades suíças que o ex-presidente Joseph Blatter e dois antigos dirigentes Jérôme Valcke e Markus Kattner desenvolveram um "esforço coordenado" que lhes permitiu receber 71 milhões de euros nos últimos cinco anos.

O anúncio da FIFA surge um dia depois de o Ministério Público da Suíça ter apreendido vários documentos e material informático durante buscas realizadas na sede da instituição, em Zurique, no âmbito do escândalo de corrupção que abalou o organismo regulador do futebol mundial.

A FIFA disse que já informou a justiça helvética das descobertas da investigação que está a conduzir e que o fará em breve às autoridades norte-americanas, indicando que "alguns contratos contêm disposições que parecem violar a legislação suíça".

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47