sicnot

Perfil

Desporto

Salom esteve em paragem cardíaca desde o acidente

O piloto espanhol Luis Salom, que morreu hoje após um despiste nos treinos livres do Grande Prémio da Catalunha, permaneceu em paragem cardíaca desde o momento do acidente, revelou hoje a equipa médica de MotoGP.

TONY ALBIR

Em comunicado oficial, quando a equipa médica chegou ao local onde estava o espanhol, este estava já em paragem cardiorrespiratória, tendo sido de imediato entubado, para libertar as vias respiratórias, e iniciadas as manobras de reanimação.

Desde o momento em que chegaram ao local, os médicos perceberam que Salom estava em paragem cardiorrespiratória, tendo decidido, pela gravidade das lesões, transportar o piloto por via terrestre.

Os médicos administraram oxigénio durante 18 minutos na pista e 40 até à chegada ao hospital, onde foram tentadas manobras avançadas de reanimação.

Salom ainda foi transportado para a sala de operações, mas acabaria por falecer 45 minutos depois de chegar ao hospital.

A equipa médica do MotoGP adiantou que "tanto o processo de evacuação por meio terrestre como a receção por parte do hospital foram ótimas e de alta qualidade", agradecendo ainda a ação da polícia durante a viagem até à unidade hospitalar.

Lusa