sicnot

Perfil

Desporto

Salom esteve em paragem cardíaca desde o acidente

O piloto espanhol Luis Salom, que morreu hoje após um despiste nos treinos livres do Grande Prémio da Catalunha, permaneceu em paragem cardíaca desde o momento do acidente, revelou hoje a equipa médica de MotoGP.

TONY ALBIR

Em comunicado oficial, quando a equipa médica chegou ao local onde estava o espanhol, este estava já em paragem cardiorrespiratória, tendo sido de imediato entubado, para libertar as vias respiratórias, e iniciadas as manobras de reanimação.

Desde o momento em que chegaram ao local, os médicos perceberam que Salom estava em paragem cardiorrespiratória, tendo decidido, pela gravidade das lesões, transportar o piloto por via terrestre.

Os médicos administraram oxigénio durante 18 minutos na pista e 40 até à chegada ao hospital, onde foram tentadas manobras avançadas de reanimação.

Salom ainda foi transportado para a sala de operações, mas acabaria por falecer 45 minutos depois de chegar ao hospital.

A equipa médica do MotoGP adiantou que "tanto o processo de evacuação por meio terrestre como a receção por parte do hospital foram ótimas e de alta qualidade", agradecendo ainda a ação da polícia durante a viagem até à unidade hospitalar.

Lusa

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.