sicnot

Perfil

Desporto

Chris Froome vence Dauphiné pela terceira vez

O britânico Chris Froome (Sky) confirmou hoje o terceiro triunfo no Dauphiné, após a sétima e última etapa, entre Le Pont e Superdévoluy, ganha pelo seu compatriota Stephen Cummings (Dimensio Data).

© Jon Nazca / Reuters

Para Froome vencer o Dauphiné tem sido um bom presságio, uma vez que após os seus dois anteriores triunfos nesta prova acabou por conquistar igualmente a Volta a França.

Num percurso de 151 quilómetros muito acidentado, com seis contagens de montanha, Froome viu o espanhol Alberto Contador (Tinkoff) atacar diversas vezes na penúltima subida, mas o britânico conseguiu sempre responder.

Também o francês Romain Bardet (AG2R) tentou ameaçar o triunfo de Froome, mas o melhor que conseguiu foi roubar o segundo lugar ao australiano Richie Porte (BMC), que foi igualmente ultrapassado pelo irlandês Daniel Martin (Etixx-QuickStep).

Indiferente à luta pelo triunfo final, Cummings, o último resistente de um grupo de 20 fugitivos, cortou a meta isolado, em 4:05.06 horas, 3.58 minutos antes de Martin e Bardet, que tiraram cinco segundos a Porte, Froome e Contador.

Na geral, Froome terminou o Dauphiné com 12 segundos de avanço sobre Bardet, 19 sobre Martin, 21 sobre Porte e 25 sobre Contador.

Entre os portugueses, André Cardoso (Cannondale) voltou a ser o melhor, na 26.ª posição, a 7.56 minutos de Cummings, com Nelson Olveira (Movistar) a ser 58.º, a 14.39, sendo que Sérgio Paulinho não terminou.

Cardoso terminou a corrida na 27.ª posição, a 19.27 minutos de Froome, enquanto Nelson Oliveira foi 40.º, a 37.05.

Lusa

  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.

  • O homem que denunciou casos de fome em Setúbal nos anos 80
    1:41