sicnot

Perfil

Desporto

Sevilha rescinde com o treinador Unai Emery e negoceia com Jorge Sampaoli

O Sevilha anunciou hoje que vai negociar na próxima semana a rescisão com o treinador de futebol Unai Emery, e a intenção de contratar o técnico argentino Jorge Sampaoli.

© Reuters Staff / Reuters

Em comunicado, o clube refere que de Unai Emery se deve à vontade expressada pelo técnico "de não continuar a exercer as suas funções".

"Depois de conhecida a decisão irrevogável de Unai Emery, iniciámos contactos para a sua substituição", refere o comunicado do clube, acrescentando que "está previsto que Jorge Sampaoli chege amanhã [segunda-feira] a Sevilha para conversações, tendo em vista a sua contratação".

Unai Emery, que chegou ao Sevilha na época 2012/2013, levou o clube à conquista de três edições consecutivas da Liga Europa.

O técnico espanhol, que deverá ter de pagar os dois milhões de euros estipulados como cláusula da rescisão, tem sido apontado como futuro treinador dos franceses do Paris Saint-Germain.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas