sicnot

Perfil

Desporto

João Teixeira é o primeiro reforço do FC Porto para 2016/17

O futebolista português João Teixeira, que nos últimos cinco anos representou o Liverpool, assinou hoje um contrato de quatro anos com o FC Porto, válido até 2020, anunciou hoje o clube no seu sítio na internet.

© Reuters Staff / Reuters

"Estou muito feliz. É um sonho para mim jogar neste grande clube. Ambicionava vestir esta camisola, porque fui habituado a ver o FC Porto ganhar ao longo dos anos. Espero que tudo corra bem e quero dar o meu melhor", disse o médio português de 23 anos, que aponta como objetivo "ganhar sempre".

João Teixeira quer conquistar ao serviço do FC Porto "títulos nacionais e, se possível, internacionais".

O primeiro reforço do FC Porto para a época 2016/17, cuja formação começou no Sporting de Braga e terminou no Sporting, ambiciona ser titular do FC Porto: "Quando se vem para cá, sabe-se à partida que o plantel será forte e competitivo, mas vou dar o melhor para poder jogar".

João Teixeira, que já teve oportunidade de falar com o novo treinador, Nuno Espírito Santo, admitiu que se sente "mais confortável" a jogar na posição '10', mas garante que nunca será problema se tiver de jogar a '8' ou mais descaído para a faixa esquerda, até porque já jogou nessas posições no passado

"Caracterizo-me por ser um jogador bom tecnicamente, com boa visão de jogo e boa capacidade de passe", acrescentou João Carlos, que prometeu aos adeptos do FC Porto "muito trabalho e dedicação para que as coisas corram pelo melhor".

Lusa

  • "Fiquei absolutamente perplexo com a escolha de Elina Fraga"
    0:43

    País

    Rogério Alves diz que ficou perplexo com a escolha de Elina Fraga para a vice-presidência do PSD. Em declarações à TSF e Diário de Notícias, o antigo bastonário da Ordem dos Advogados lembra as divergências com o governo de Passos Coelho, sobretudo em matérias de justiça.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07