sicnot

Perfil

Desporto

Governo brasileiro sem dinheiro para fazer face às despesas dos Jogos Olímpicos

CORRESPONDENTE SIC

Governo brasileiro sem dinheiro para fazer face às despesas dos Jogos Olímpicos

A 49 dias da abertura dos Jogos Olímpicos, o governo brasileiro reconhece que não tem dinheiro para fazer face às despesas já assumidas. Devido à crise financeira, houve cortes que tiveram que ser feitos na organização. Agora, o Brasil deixa ao critério das entidades competentes a adopção de medidas necessárias para que haja os mínimos essenciais para realizar os jogos.

Há salários em atraso e obras ainda por concluir, nomeadamente os acessos aos equipamentos desportivos e a linha de metro. Há também compromissos de contratação de seguranças e outro pessoal que é necessário ter a postos durante os jogos. Este estado de calamidade é mais um revés na organização dos Jogos Olímpicos pelo Brasil, a juntar à instabilidade política, à crise financeira e ainda aos receios com o vírus Zika.

O Governo do Rio de Janeiro teme um total colapso na segurança e na saúde. No entanto, o decreto apresentado pode fazer com que seja desbloqueado mais dinheiro para que sejam asseguradas as despesas dos Jogos Olímpicos, como explica a correspondente da SIC no Rio de Janeiro, Ivani Flora.

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC