sicnot

Perfil

Desporto

Líder das claques russas volta a França dois dias depois de ter sido deportado

A polícia francesa voltou a deter o líder de extrema-direita e da associação de adeptos da Rússia, na cidade de Toulouse, dois dias depois de o deportar no seguimento da violência que se registou no jogo Inglaterra-Rússia, em Marselha. As autoridades

Alexander Shprygin foi deportado de França mas, dois dias depois, em pleno confronto Rússia-País de Gales, telefonou à agência France Press e afirmou: "Estou no jogo, com um bilhete".

"As autoridades francesas disseram-me que eu não tinha sido deportado, mas expulso. O meu visto não foi cancelado e tenho todos os registos. Por isso, legalmente posso estar na União Europeia", declarou. O líder da associação de adeptos da Rússia publicou ainda no Twitter fotografias suas, à porta do estádio de Toulouse.

As autoridades ainda não esclareceram como é que Shprygin conseguiu entrar de novo em França. Segundo uma mensagem no Twitter, o próprio disse que seguiu uma "rota não convencional" e publicou uma fotografia de um avião da espanhola Vueling Airline.

Shprygin foi um dos 20 adeptos russos expulsos de França após a violência desencadeada antes e durante o jogo Inglaterra-Rússia, em Marselha.

  • França expulsa líder de extrema-direita e das claques russas

    Euro 2016

    O líder de extrema-direita e da associação de adeptos da Rússia vai ser expulso de França, no seguimento da violência que se registou por ocasião no Inglaterra-Rússia, em Marselha. Alexander Shprygin integra um grupo de 20 adeptos da seleção russa que estão a ser expulsos de França na sequência dos desacatos deste sábado.

  • Bruno de Carvalho suspenso por mais 90 dias

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foi suspenso por 90 dias na sequência de declarações proferidas numa entrevista televisiva em março, anunciou esta terça-feira o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

  • Benfica critica castigo de Samaris e vai recorrer

    Desporto

    O Benfica reagiu esta terça-feira ao castigo de três jogos aplicado ao grego Andreas Samaris, considerando que a decisão, da qual vai recorrer, é prova de que o futebol português está "entregue à instabilidade, à incoerência e à insegurança".

  • "Álvaro" viveu seis anos de maus tratos num casamento de oito
    5:06
  • Governo disposto a ceder a algumas reivindicações dos enfermeiros
    1:58

    Economia

    Os enfermeiros ameaçam voltar à greve se o Governo não lhes der um subsídio no valor de 400 euros. Esta terça-feira o Governo esteve reunido com dois dos quatro sindicatos. O Ministério diz estar disposto a ceder a algumas reivindicações, mas o ministro da Saúde fez saber que o aumento de 400 euros é incomportável. 

  • Como fazer fotos e vídeos menos tremidos
    8:43
  • "As autárquicas deviam estar menos contaminadas pelo Orçamento"
    7:55
  • Viajar a 110 km/h agarrado ao para-brisas de um comboio

    Mundo

    Um homem de 23 anos foi detido por viajar preso a um comboio - mais concretamente ao limpa para-brisas -, que atinge velocidades perto dos 110 quilómetros por hora, numa viagem entre as estações de Leederville e Glendalough, na Austrália.

  • Rapper quer provar que a terra é plana

    Mundo

    O rapper B.o.B. lançou uma campanha na plataforma GoFundMe para enviar satélites que possam comprovar que a Terra é redonda e azul. No ano passado, o norte-americano defendeu nas redes sociais que o planeta é plano.