sicnot

Perfil

Desporto

Líder das claques russas volta a França dois dias depois de ter sido deportado

A polícia francesa voltou a deter o líder de extrema-direita e da associação de adeptos da Rússia, na cidade de Toulouse, dois dias depois de o deportar no seguimento da violência que se registou no jogo Inglaterra-Rússia, em Marselha. As autoridades

Alexander Shprygin foi deportado de França mas, dois dias depois, em pleno confronto Rússia-País de Gales, telefonou à agência France Press e afirmou: "Estou no jogo, com um bilhete".

"As autoridades francesas disseram-me que eu não tinha sido deportado, mas expulso. O meu visto não foi cancelado e tenho todos os registos. Por isso, legalmente posso estar na União Europeia", declarou. O líder da associação de adeptos da Rússia publicou ainda no Twitter fotografias suas, à porta do estádio de Toulouse.

As autoridades ainda não esclareceram como é que Shprygin conseguiu entrar de novo em França. Segundo uma mensagem no Twitter, o próprio disse que seguiu uma "rota não convencional" e publicou uma fotografia de um avião da espanhola Vueling Airline.

Shprygin foi um dos 20 adeptos russos expulsos de França após a violência desencadeada antes e durante o jogo Inglaterra-Rússia, em Marselha.

  • França expulsa líder de extrema-direita e das claques russas

    Euro 2016

    O líder de extrema-direita e da associação de adeptos da Rússia vai ser expulso de França, no seguimento da violência que se registou por ocasião no Inglaterra-Rússia, em Marselha. Alexander Shprygin integra um grupo de 20 adeptos da seleção russa que estão a ser expulsos de França na sequência dos desacatos deste sábado.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.