sicnot

Perfil

Desporto

Participação de russos e quenianos no Rio 2016 será analisada individualmente

Os desportistas da Rússia e do Quénia deverão ser avaliados individualmente pelas federações internacionais para poderem ser elegíveis para participarem nos Jogos Olímpicos Rio2016, explicou hoje o presidente do Comité Olímpico Internacional (COI).

© Denis Balibouse / Reuters

Thomas Bach falava no final da Cimeira Olímpica, realizada em Lausana, durante a qual foi analisada a situação dos países cujos autoridades nacionais antidopagem não estão a cumprir as normas da Agência Mundial Antidopagem (AMA).

"De acordo com o relatório da AMA, que contém acusações substanciais à Rússia, a conclusão da cimeira é que a declaração de não cumprimento cria sérias dúvidas sobre a presunção de inocência dos desportistas desses países", afirmou Bach.

Segundo o presidente do COI, "cada atleta desses países terá de ser declarado elegível pelas federações internacionais, após uma avaliação individual, que terá em conta todas as evidências e circunstâncias".

A decisão abre a porta à participação de desportistas russos nas competições olímpicas de atletismo, caso a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), que proibiu os atletas russos de participarem nos Jogos Rio2016, dê a sua autorização.

O presidente da IAAF referiu que a cimeira manifestou por unanimidade "respeito total e apoio à decisão da IAAF" de manter, de uma forma geral, a proibição dos praticantes de atletismo de participarem nos Jogos Olímpicos Rio2016, que decorrem entre 05 e 21 de agosto.

A Rússia, segunda potência mundial do atletismo, atrás dos Estados Unidos, foi suspensa em novembro de 2015 após um 'demolidor' relatório independente da AMA, no qual se denunciava um esquema de doping institucionalizado na Rússia.

Lusa

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC