sicnot

Perfil

Desporto

Júlio César já trabalha sem limitações

Júlio César já integrou o treino desta terça-feira sem limitações no plantel do Benfica, após ter estado apenas com treino de ginásio ao longo da semana passada.

No total, rui Vitória contou com 25 jogadores, entre eles quatro caras novas: André Horta, Carrilho, Cervi e Kalaica.

O polaco Dawi-do-Wichz e o sérvio Sapo-Njic também marcaram presença nos trabalhos, enquanto o colombiano Guillermo Celis, anunciado como reforço este sábado, esteve ausente. O médio vai agora cumprir o período de férias e só deverá regressar dia 11.

  • Júlio César admite acabar a carreira no Benfica
    1:42

    Desporto

    Júlio César já tinha anunciado a renovação do contrato, mas só hoje foi oficializado o acordo com o Benfica. Em entrevista à Benfica TV, o jogador de 36 anos admitiu acabar a carreira no clube, que ganhou este ano o tricampeonato. O guarda-redes brasileiro prolongou a ligação ao clube por mais duas épocas. Perdeu a a titularidade para Ederson em março, depois de se lesionar.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras