sicnot

Perfil

Desporto

Dulce Félix estava certa que podia dedicar medalha ao pai

A portuguesa Dulce Félix, vice-campeã europeia dos 10.000 metros, afirmou hoje que estava cerca de que poderia dedicar uma medalha nos Europeus ao seu pai, falecido em 2013.

(Reuters)

(Reuters)

© Tobias Schwarz / Reuters

"Foi uma grande emoção, já merecia este resultado. Treinei, consegui e estou superfeliz. Acreditei sempre, hoje tentei concentrar-me, a ver vídeos de quando fui campeã da Europa, em 2012, e sai do quarto a pensar que tinha de conquistar uma medalha para dedicar ao meu pai, que é quem me faz falta", afirmou a atleta do Benfica à assessoria de imprensa da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA).

Dulce Félix concluiu a primeira final dos Europeus em 31.19,03 minutos, melhorando o seu recorde pessoal na distância, a 6,17 segundos da turca de origem queniana Yasemin Can, que se sagrou campeã da Europa.

Após a cerimónia do pódio, Dulce Félix, que já tinha o título europeu na dupla légua em 2012, agradeceu o apoio recebido e alargou a dedicatória: "Obrigada por estarem atentos à minha carreira, também fazem parte desta medalha, gostava de dedicar esta medalha a todos os portugueses."

Sameiro Araújo, treinadora da benfiquista, também em declarações à FPA, partilhou a convicção de Dulce Félix após a partida para a prova.

"Depois de ver o início da corrida, sabia que dificilmente não conseguiria uma medalha. Por norma, estas provas são em ritmo demasiado lento e a Dulce, a treinar para a maratona, não estava suficientemente rápida para disputar o 'sprint' final. Felizmente, foi uma corrida rápida e a Dulce sai com a medalha de prata e um recorde pessoal, que ela já valia há bastante tempo", rematou a também vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Braga.

Na mesma prova, Sara Moreira, que tinha o melhor registo de 2016, esteve na luta pelas medalhas quase até ao fim, mas acabou por desistir e Salomé Rocha, que descolou cedo, concluiu em 12.ª, em 32.57,44.

Lusa

  • "Claramente que há mandantes e que foi uma operação organizada"
    4:14

    Crise no Sporting

    Os 23 detidos por suspeitas de terem participado no ataque à Academia de Alcochete ficaram em prisão preventiva. Miguel Sousa Tavares considera que a decisão "é mais para ser exemplar". O comentador da SIC acredita que há mandantes e que esta foi uma "operação organizada". Sousa Tavares diz ainda que os "políticos não têm coragem para impor as leis" e que em Portugal "brinca-se com a lei".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.

  • Jovem britânico em fuga é detido depois de responder à polícia no Facebook

    Mundo

    Através do Facebook, a polícia de West Yorkshire mostrou-se preocupada perante o desaparecimento de um jovem de 21 anos e pediu por informações que pudessem leva-los a descobrir Leon Smith. Contudo, o que não deveriam estar à espera, era que o próprio desaparecido respondesse na rede social e que desafiasse a polícia a "fazer o seu trabalho". As autoridades acabaram por localizar o jovem no mesmo dia.

    SIC