sicnot

Perfil

Desporto

Hamilton vence GP da Grã-Bretanha e 'ameaça' Rosberg

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) dominou por completo e venceu hoje o Grande Prémio da Grã-Bretanha em Fórmula 1, reduzindo para apenas quatro pontos a sua desvantagem para o alemão Nico Rosberg no mundial.

© Reuters Staff / Reuters

Partindo da 'pole position', Hamilton, tricampeão do mundo (2008, 2014 e 2015), beneficiou do facto de ter arrancado atrás do 'safety car', que foi para a pista devido a uma forte tempestade, para manter a posição cimeira, que segurou tranquilamente até final da prova.

Hamilton geriu a sua corrida, somando a 47.ª vitória em grandes prémios, a quarta na presente temporada e também em Silverstone, numa corrida quase sem falhas do britânico, que pôde assim festejar mais um triunfo em casa, perante mais de 100.000 espetadores.

Já Rosberg sentiu mais dificuldades e corre ainda o risco de ser penalizado devido a comunicações rádio com a sua equipa, no final da corrida, quando sentiu problemas com a caixa de velocidades.

O piloto germânico teve ainda de batalhar para conquistar o segundo posto, já que, à entrada para a fase final da corrida, o holandês Max Verstappen (Red Bull), numa ultrapassagem arrojada, subiu ao segundo posto, mas, volvidas algumas voltas, Rosberg reassumiu a posição, não mais a largando até final.

No mundial, Rosberg conservou o comando, mas tem visto Hamilton a reduzir a diferença prova a prova, detendo agora apenas quatro pontos de vantagem para o britânico.

Com a Mercedes a dominar o mundial, a Red Bull assume-se cada vez mais como a segunda equipa, tendo Verstappen fechado o pódio, logo à frente do seu companheiro de equipa, o australiano Daniel Ricciardo.

A Ferrari continua longe, tendo obtido hoje o quinto posto com o finlandês Kimi Raikkonen, enquanto o alemão Sebastian Vettel não passou do nono lugar.

A próxima prova do mundial, o Grande Prémio da Hungria, disputa-se a 24 de julho.

Lusa

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à União Europeia e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta dos partidos para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido qualquer perdão de dívida, ao contrário do que os partidos mais à esquerda chegaram a defender.

  • Antigos ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal diz que foi mero acidente 
    2:00
  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre após a cirurgia

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.