sicnot

Perfil

Desporto

França informa Brasil que plano de atentado contra os seus atletas é falso

A França desmentiu a existência de um projeto de alegado atentado contra atletas franceses durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que seria levado a cabo por um brasileiro com ligação aogrupo radical Daesh, afirmou na terça-feira o governo brasileiro.

© Sergio Moraes / Reuters

"O governo francês disse ao Brasil que a informação segundo a qual um brasileiro alegadamente ligado ao Daesh estaria a planear um atentado contra a delegação francesa durante os Jogos Olímpicos 2016 no Rio é falsa", declarou a presidência brasileira em comunicado.

Os planos do alegado atentado foram revelados pelo general Christophe Gomart, chefe da direção de inteligência militar (DRM) em maio, junto de uma comissão parlamentar que investiga os ataques do último ano em Paris, dos quais resultaram 147 mortos.

No relatório Gomart, conhecido na semana passada, disse junto da comissão ter sido informado da situação - que foi planeada por um cidadão brasileiro - pelos parceiros de cooperação, sem que mais nenhum detalhe fosse dado pelas autoridades francesas.

Entretanto, o gabinete de segurança brasileiro, responsável pelos serviços de informação no país, disse à agência AFP não ter recebido qualquer informação da parte dos franceses.

"A análise das pesquisas realizadas levou à conclusão de que a informação é falsa, razão pela qual o Diretor de Inteligência Militar de França não a transmitiuao Ministério da Defesa brasileiro naquela ocasião", refere a nota recebida na terça-feira pelo presidente da República em exercício, Michel Temer, segundo o portal de notícias brasileiro G1.

No início de julho o ministro da Justiça do Brasil, Alexandre Moraes, salientou que um ataque terrorista no Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos era uma "possibilidade", mas "não uma probabilidade".

Para os Jogos estão previstos 85.000 agentes de segurança, dos quais 47.000 polícias e 38.000 militares, de modo a assegurarem a segurança de 10.500 atletas, bem como de oficiais, jornalistas e turistas, na competição que decorrerá de 05 a 21 de agosto.

Com Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28