sicnot

Perfil

Desporto

Mario Gomez deixa Besiktas pela "situação política" na Turquia

​O internacional alemão Mario Gomez anunciou hoje que deixará o Besiktas, clube campeão de futebol da Turquia, no qual alinha o português Ricardo Quaresma, devido à "situação política" no país após o golpe de Estado falhado.

"Não jogarei mais por este grande clube. A razão para a minha decisão prende-se com a situação política. A minha decisão não radica em nenhuma razão desportiva ou outra, mas sim nos acontecimentos terríveis dos últimos dias", escreveu o jogador alemão na sua página na rede social Facebook.

"Espero que os problemas políticos possam ser resolvidos rapidamente", acrescentou o jogador, melhor marcador do campeonato turco na última temporada.

A Turquia foi alvo de uma tentativa de golpe de Estado na última sexta-feira à noite, de que resultaram mais de 300 mortos e mais de 1.400 feridos.

Na sequência da tentativa falhada de golpe de Estado, o presidente turco, Recep Erdogan, admitiu que a Turquia pode repor a pena de morte no país.

Desde os acontecimentos, foram detidas mais de nove mil pessoas e afastadas ou suspensas cerca de 55 mil pessoas, entre polícias, professores e militares.

Com Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".