sicnot

Perfil

Desporto

Detetados mais 45 casos de doping nos Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012

© Brian Snyder / Reuters

Uma segunda série de reanálises a amostras recolhidas nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 e Londres 2012 revelaram a presença de substâncias proibidas em 45 casos, revelou hoje o Comité Olímpico Internacional (COI).

Esses 45 casos, de 30 atletas em Pequim e 15 em Londres, juntam-se a 53 casos detetados na primeira série de reanálises.

O COI indica ainda que estão previstas uma terceira e quarta série a efetuar durante e após os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Esta nova triagem eleva para 98 o número de atletas que acusaram positivo nas duas últimas edições dos Jogos.

O sistema consiste em usar os mais sofisticados métodos científicos de análise na reanálise de amostras guardadas em Pequim 2008 e Londres 2012, seguindo um processo de recolha de informação iniciada em agosto de 2015.

"As novas reanálises mostram uma vez mais o compromisso do COI na luta contra o doping", referiu o presidente do organismo, Thomas Bach, em comunicado na página oficial do COI.

A nota explica ainda que a segunda série de reanálises centrou-se essencialmente em atletas medalhados, com 23 deles dos que revelaram substâncias em Pequim 2008 a terem subido ao pódio dos Jogos na capital chinesa.

Os 30 pertenciam a quatro modalidades de oito comités olímpicos nacionais. Dos 15 detetados em Londres2012, pertenciam a dois desportos e envolvem nove comités olímpicos.

As duas edições têm em reanálise 1.243 amostras, a serem escrutinadas em duas séries.

Ainda de acordo com o COI, os atletas, comités nacionais e federações envolvidas foram informadas, situação após a qual os procedimentos contra os mesmos poderão começar.

"Todos os atletas que se descubra que infringiram as regras antidoping serão proibidos de competir nos Jogos Olímpicos Rio 2016", refere a nota.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.