sicnot

Perfil

Desporto

Rosberg prolonga contrato com Mercedes até 2018

© Ralph Orlowski / Reuters

O alemão Nico Rosberg, atual líder do Mundial de Fórmula 1, prolongou o seu contrato com a escuderia Mercedes por mais duas temporadas, até 2018, anunciou o próprio piloto nas redes sociais.

Após 10 corridas, Rosberg soma 168 pontos, mais um do que o britânico e companheiro de equipa Lewis Hamilton, campeão em 2008, 2014 e 2015.

Na sua página oficial no Facebook, Rosberg escreveu apenas "mais dois anos", após ter divulgado um vídeo em que assinava o contrato com o diretor executivo da Mercedes, Toto Wolff.

A escuderia limitou-se a anunciar no Twitter que o novo contrato com o alemão está "assinado, selado e enviado", antes de ter salientado a sua satisfação por poder continuar com Rosberg por mais dois anos.

"Nico é membro das 'flechas prateadas' desde 2010 e tem tido um papel crucial nos êxitos da equipa", realçou a equipa.

O piloto alemão soma 19 vitórias em Grandes Prémios e 25 'pole positions'.

Lusa

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira