sicnot

Perfil

Desporto

Rui Vinhas defende a liderança na etapa mais longa da volta a Portugal

NUNO VEIGA

O português Rui Vinhas (W52-FC Porto) defende hoje a liderança da 78.ª Volta a Portugal em bicicleta na oitava e mais longa etapa da prova, entre a Nazaré e Arruda dos Vinhos, numa distância de 208,5 quilómetros.

O corredor dos dragões vai defender na antepenúltima etapa, pelas estradas do oeste, os 2.25 minutos de vantagem sobre o espanhol e seu companheiro de equipa Gustavo Veloso, vencedor das últimas duas edições da prova e segundo classificado, e 2.53 sobre o seu compatriota Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista), que completa o pódio provisório.

As cidades de partida e chegada vão estrear-se no percurso da Volta a Portugal, com a ligação mais longa dos últimos cinco anos, que inclui algumas dificuldades para o pelotão, como é o caso da Serra de Montejunto (132,4 quilómetros), onde está instalada uma contagem de montanha de segunda categoria.

Depois, a caravana, que vai partir do Sítio da Nazaré, às 12:10, vai enfrentar uma subida de quarta, em Alenquer (160,8) e outra de terceira, em São Tiago dos Velhos (185,6), antes da chegada a Arruda dos Vinhos, cerca das 17:15, depois de uma primeira passagem pela meta, na Avenida Eng. Adriano Brito da Conceição.

Além do provável 'sprint' em Arruda dos Vinhos, vão estar ainda em disputa metas volantes no Bombarral (42), em Torres Vedras (90,9) e Sobral de Monte Agraço (199,5).

Lusa

  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida