sicnot

Perfil

Desporto

Laurent Depoitre não pode defrontar a Roma e FC Porto vai substituí-lo na UEFA

O FC Porto revelou que vai substituir o avançado Laurent Depoitre na lista de futebolistas enviada à UEFA para o "play-off" de acesso à Liga dos Campeões de futebol, uma vez que o belga não poderá defrontar a Roma.

"Face a diferentes interpretações regulamentares, especialmente no que diz respeito à interação entre Liga dos Campeões e Liga Europa, o FC Porto pediu esclarecimentos sobre a elegibilidade do atleta para o 'play-off' da Liga dos Campeões", explicam os 'azuis e brancos', em curto comunicado.

O FC Porto esclarece que "por mera cautela" entendeu incluir o ex-avançado dos belgas do Gent na lista provisória enviada à UEFA dentro do prazo, que terminou terça-feira, porém a resposta da UEFA não está de acordo com o seu entendimento.

"Tendo-se chegado à conclusão da impossibilidade da sua utilização, o jogador será substituído dentro do prazo previsto", assume o FC Porto, que relembra a duração do contrato, de quatro anos.

Um futebolista não pode jogar por dois clubes nas competições europeias da mesma época, excetuando as pré-eliminatórias, em que um atleta pode competir até ao 'play-off' por um clube e disputar a fase de grupos por outro.

O reforço portista já representou esta época o Gent numa pré-eliminatória da Liga Europa frente aos romenos do Viitorul Constanta, pelo que agora só poderá representar os portuenses numa fase de grupos.

Face a este impedimento, André Silva surge, para já, como o único ponta-de-lança disponível para atacar um dos principais objetivos da época, a presença na fase de grupos da 'liga milionária', uma vez que o Aboubakar nem sequer foi inscrito, já que estará de saída, não tendo entrado nos planos do treinador Nuno Espírito Santo.

Os 'dragões', terceiros classificados no último campeonato, começam por receber os italianos, a 16 ou 17 de agosto, com a segunda mão marcada para 23 e 24 de agosto.

Lusa

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05