sicnot

Perfil

Desporto

Leicester prolonga contrato com Claudio Ranieri até 2020

​O campeão Leicester prolongou hoje até 2020 o contrato com o treinador italiano Claudio Ranieiri, que na época passada levou o clube à conquista de um inédito título de campeão inglês de futebol.

O anúncio do prolongamento do contrato, que vigorava até 2018, foi anunciado na página oficial do clube: "O Leicester tem o prazer de anunciar que o treinador da equipa principal, Claudio Ranieiri, assinou um novo contrato com o campeão da liga inglesa".

"As qualidades de Claudio Ranieiri, como homem e como treinador, têm-se evidenciado desde que ele chegou ao Leicester. Essas qualidades ajudaram o clube a crescer. Temos bases sólidas sob as quais queremos que o clube cresça. Estou orgulhosa de que Claudio continue neste projeto", afirmou a vice-presidente do clube, Aiyawatt Srivaddhanaprabha.

O técnico italiano, de 64 anos, garantiu que acreditou no projeto desde o início, manifestando-se "orgulhoso" por continuar no clube.

"A partir do momento em que falei com os responsáveis sobre as ideias que têm para clube, percebi que este poderia ser um projeto a longo prazo. A energia que existe neste clube -- desde os proprietários até aos jogadores e adeptos -- é algo muito especial. Estou feliz por continuar", disse.

Ranieiri referiu que, na temporada passada, o "espirito e o trabalho duro" ajudaram a equipa a "conseguir algo mágico" e garantiu: "Se continuarmos o trabalho e mantivermos a nossa paixão estou certo que continuaremos a ter sucesso".

O campeão Leicester iniciou a época no sábado com uma derrota por 2-1 na Supertaça inglesa frente ao Manchester United, agora orientado pelo português José Mourinho.

Lusa

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.