sicnot

Perfil

Desporto

Yelena Isinbayeva não fecha as portas a um eventual regresso às pistas

A atleta russa Yelena Isinbayeva, bicampeão olímpica do salto com vara, deixou a porta entreaberta relativamente a um regresso à competição, quatro dias depois de ter dito que ia abandonar as pistas.

Em entrevista ao diário russo Sport-Expresse, publicada hoje, a saltadora com vara, uma das maiores ausências nos Jogos Olímpicos Rio2016, face à exclusão dos atletas russos, por um escândalo de doping, disse que não negará "de forma rotunda" a hipótese de regressar à competição, chegando mesmo a abordar os Jogos Olímpicos Tóqui2020.

"Só Deus sabe o que vai ocorrer na próxima olimpíada. Nada é impossível", afirmou Isinbayeva, de 34 anos e recém-eleita para a Comissão de Atletas do Comité Olímpico Internacional (COI).

Questionada novamente se poderia ponderar a decisão de deixar as pistas, Isinbayeva deixou todas as possibilidades em cima da mesa: "o tempo o dirá, quando se aproximarem os Jogos Tóquio2020. Não vou responder com um não rotundo".

"A porta está encerrada. Mas, se mais tarde, surgir uma oportunidade, voltarei a abri-la. Se as estrelas se conjugarem, então tudo é possível", ironizou a russa.

Isinbayeva ficou impedida de lutar pela revalidação do título na sequência da exclusão da Rússia pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF), após o escândalo de 'doping' patrocinado pelas autoridades de Moscovo.

De acordo dom a imprensa russa, a saltadora com vara estaria a ponderar candidatar-se à presidência da Federação Russa de Atletismo.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57