sicnot

Perfil

Desporto

Gudjohnsen vai jogar na Liga indiana aos 37 anos

© Reuters Staff / Reuters

O veterano islandês Eidur Gudjohnsen, de 37 anos, antigo avançado do Chelsea e do FC Barcelona, assinou esta quarta-feira contrato com a Liga Indiana de Futebol, na qual vai jogar pela equipa FC Pune City.

"Havia outros clubes interessados em contratar-me, mas quando soube do interesse do FC Pune City e tomei conhecimento do projeto do clube, soube de imediato que era isto que queria", disse Gudjohnsen, que representou a Islândia no Euro2016, vencido pela seleção portuguesa.

O jogador, que tem 88 internacionalizações pela Islândia, em representação da qual marcou 26 golos, sagrou-se por duas vezes campeão inglês, ao serviço do Chelsea, então treinado pelo português José Mourinho, e conquistou uma Liga dos Campeões, pelo FC Barcelona.

A Liga indiana, na qual se encontram os jogadores portugueses Hélder Postiga, Simão Sabrosa ou Miguel Garcia, conta também com antigos jogadores de topo do futebol mundial, como Diego Forlán, Lúcio, Anelka e John Arne Riise, e decorrerá de outubro a dezembro, com oito clubes.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22